Portais de Luz

Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Parceria

Facebook
Setembro 2019
SegTerQuaQuiSexSabDom
      1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30      

Calendário Calendário

Últimos assuntos
» Visconde de Mauá
energia - Energia Eólica EmptyQui Ago 23, 2018 4:18 pm por fernandojorge

» Atendimento Portais de Libertação
energia - Energia Eólica EmptyQui Maio 17, 2018 6:42 pm por Lancelot

» Mago.Hellblazer
energia - Energia Eólica EmptyQui Maio 17, 2018 5:32 pm por Lancelot

» A história da Umbanda
energia - Energia Eólica EmptyQui Dez 21, 2017 11:36 pm por Lancelot

» Espaços mágicos e correntes
energia - Energia Eólica EmptyQua Dez 20, 2017 11:29 pm por Lancelot

» Piano Bar Convívio
energia - Energia Eólica EmptyQua Dez 20, 2017 10:49 pm por Lancelot

» O poder das Pedras Pretas : para limpeza energética e proteção
energia - Energia Eólica EmptyQua Dez 20, 2017 10:46 pm por Lancelot

» Um regresso
energia - Energia Eólica EmptyQua Dez 20, 2017 12:11 pm por Lancelot

» Feliz Natal 2017
energia - Energia Eólica EmptyTer Dez 19, 2017 10:34 pm por Lancelot


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Portais de Luz » Ocultismo » Energias-por Rubens Saraceni » Energia Eólica

Energia Eólica

Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1energia - Energia Eólica Empty Energia Eólica em Seg Mar 04, 2013 7:01 pm

Eis a mais sutil das quatro energias, ou vibrações das energias universal e cósmica, que compõem o nosso planeta, meio e vida. A energia aérea, como diz o próprio nome, é um tipo de vibração que não pode se concentrar em um determinado local, porque se isto acontece, ela se toma densa demais, e entra em desarmonia energético-vibratória. Ela é, portanto, mobilíssima por excelência. Como a energia ígnea, ela também se originou (derivou) de uma faixa (grau) vibratória da energia cósmica. Sendo assim, nós a classificamos como pertencente ao polo negativo da energia divina. Chegamos ao ponto que nos interessa: o equilíbrio entre as quatro energias que compõem o amálgama energético que originou o nosso planeta.
1 - Energias aquáticas e terrenas são positivas, pois são derivações vibratórias (graus) da energia universal;
2 - Energias ígneas e aéreas são negativas, pois são derivações vibratórias (graus) da energia cósmica.

O ser humano consolida a sua vida quando põe sua criatividade em ação, e combina as qualidades positivas (energia universal) e negativas (energia cósmica) que compõem o seu todo energético solidificado, que é sustentado pelas vibrações do divino mental do Divino Criador, aqui denominado de energia divina. Pois bem, a energia aérea é exatamente aquela que conduz algo de um lugar para outro. Se um amálgama energético é produzido a bilhões de anos- luz de distância, sua luz somente nos chega em função de ter, como um dos seus componentes, a energia aérea. Apenas ela pode exercer a ação expansionista de qualquer tipo de energia. Já dissemos que uma substância sólida lançada no oceano, afunda, mas sofre uma ação de baixo para cima, que impede que ela desça até o fundo, ou que desça mais rapidamente. Pois é o ar contido no átomo da água, que cria essa repelência. Se não fosse pela sua presença, a tal substância afundaria, porque abaixo da água existe a gravidade a puxá-lo.
É essa energia aérea, que compõe o amálgama energético solar, que impede que os corpos celestes que orbitam à sua volta, sejam atraídos por ele.
Também é essa mesma energia aérea que propaga a luz de um amálgama energético estelar, por bilhões de ano-luz de distância. A energia aérea é sempre repelente (expansionista), e espalha tudo o que puder, de um amálgama energético de que também faça parte. Temos, no ar, um dissipador de todas as energias viciadas, sob a forma de gases, que se originam no interior de qualquer condensação energética. Logo, a energia aérea identifica-se com o brilho, uma vez que é ela que o absorve da luz produzida, e o espalha em todas as direções à volta do ponto gerador. Nesse sentido, ela se opõe à energia terrena, pois, enquanto esta atrai, ela repele; enquanto a energia terrena concentra, a energia aérea espalha; enquanto a energia terrena absorve, a energia aérea emana. Temos, daí, a definição da primeira bipolaridade, que forma a dupla concentração energética planetária.
Verificamos, assim, a importância da energia aérea no amálgama energético planetário, natural, físico e espiritual. Caso nos faltasse esta vibração energética, o planeta se reduziria a um agregado do tamanho de uma bola de futebol. A maior parte das formas estão impregnadas de energia aérea, que as expande. Embora pareçam muito sólidas, se ficassem sem a energia aérea, se reduziriam a átomos pesadíssimos.
Sobre os tais buracos negros que os astrônomos localizaram recentemente no cosmo distante, podemos dizer que, tratam-se de pontos de força onde não existe a energia aérea. Se assim não fosse, depois de um certo período de concentração de energias viciadas, não poderiam absorver qualquer coisa. O acúmulo de energia aérea, logo começaria a repelir tudo o que se aproximasse, e teríamos um equilíbrio decorrente da força gravitacional do ponto de força (buraco negro). É bom que se diga também que, esses buracos negros nada mais são do que filtros cósmicos que absorvem o excesso de energias viciadas que circulam pela energia cósmica, e para ali são conduzidas para manter o equilíbrio energético do Universo. E, se tais buracos parecem assustadores, devido à impossibilidade de analisá-los com os aparelhos humanos, em verdade o nosso planeta também os possui, apenas que no estado de "micro buracos" negros. Nós também os possuímos, e a eles chamamos de "chakras viciados". Abordaremos esse assunto quando falarmos das energias carnal, humana e espiritual. Os estudiosos desses pontos de força desconhecem que existem chakras positivos e chakras viciados, ou negativos. Podemos acrescentar que tais buracos apenas absorvem, pois assim o quer o mental divino, que vibra na energia divina. As energias viciadas, após serem absorvidas, sofrem uma concentração tão poderosa, que acabam por criar um magnetismo de tal ordem, que se irradia por bilhões e bilhões de anos-luz de distância. Como conseqüência, surgem as condições propícias à formação de novos amálgamas energéticos em outras dimensões do Universo, ou mesmo na vibração por nós visualizada. A energia aérea permite que todo o amálgama permaneça em constante ebulição energética, tanto ao redor do planeta, quanto ao redor do nosso corpo, e mesmo dentro dos nossos corpos físico e espiritual. Se o mental se relaciona com a terra como concentração, a expansão de suas vibrações é propiciada pela energia aérea, que nele também existe.

Ver perfil do usuário https://portaisdeluz.forumeiros.com

Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum