Portais de Luz

Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Parceria

Facebook
Setembro 2019
SegTerQuaQuiSexSabDom
      1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30      

Calendário Calendário

Últimos assuntos
» Visconde de Mauá
LARVAS ASTRAIS EmptyQui Ago 23, 2018 4:18 pm por fernandojorge

» Atendimento Portais de Libertação
LARVAS ASTRAIS EmptyQui Maio 17, 2018 6:42 pm por Lancelot

» Mago.Hellblazer
LARVAS ASTRAIS EmptyQui Maio 17, 2018 5:32 pm por Lancelot

» A história da Umbanda
LARVAS ASTRAIS EmptyQui Dez 21, 2017 11:36 pm por Lancelot

» Espaços mágicos e correntes
LARVAS ASTRAIS EmptyQua Dez 20, 2017 11:29 pm por Lancelot

» Piano Bar Convívio
LARVAS ASTRAIS EmptyQua Dez 20, 2017 10:49 pm por Lancelot

» O poder das Pedras Pretas : para limpeza energética e proteção
LARVAS ASTRAIS EmptyQua Dez 20, 2017 10:46 pm por Lancelot

» Um regresso
LARVAS ASTRAIS EmptyQua Dez 20, 2017 12:11 pm por Lancelot

» Feliz Natal 2017
LARVAS ASTRAIS EmptyTer Dez 19, 2017 10:34 pm por Lancelot


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Portais de Luz » Ocultismo » Ocultismo em Geral » LARVAS ASTRAIS

LARVAS ASTRAIS

Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1LARVAS ASTRAIS Empty LARVAS ASTRAIS em Qui Jan 03, 2013 12:29 am

Nienna

Nienna
Regente

É importante saber que, do ponto de vista esotérico-gnóstico, não existem somente larvas em nível físico, como os vermes intestinais, que roubam nossa vitalidade, mas entidades que em outras dimensões se apropriam de nossa saúde, bem-estar, prosperidade, riqueza e equilíbrio mental/emocional. Essas entidades são denominadas Larvas Astrais e Larvas Mentais.

Essas entidades do mental e do astral inferiores se alimentam de nossos pensamentos e desejos negativos e destrutivos. Normalmente são gerados em locais onde há uma Egrégora, ou seja, um ambiente que congrega pessoas que têm um pensamento, sentimento ou atitude característicos, como bares, boates, clubes, paradas militares, danceterias, baladas, estádios de futebol, e principalmente locais com “astral pesadíssimo”, como bordéis, prostíbulos etc.

Os elementares, também conhecidos como Elementários (não confundir com os elementais da natureza, que são as almas das plantas, dos animais etc.) ou Larvas Astrais, podem ser gerados em nossos lares ou ambientes de trabalho quando se gera um hábito ou pensamento negativo.

Por incrível que possa parecer, muitas vezes essas entidades, que no popular são chamadas de “encostos” (que também podem ser almas de desencarnados sofredores, mas na maioria são essas Larvas), roubam até mesmo a prosperidade de nosso ambiente de trabalho, sugando qualquer possibilidade de atrair clientes, bons negócios etc., além é claro da questão da saúde física e interna.

Para compreendermos um pouco mais sobre essas Larvas, passamos a lista de alguns tipos de larvas astrais/mentais:

Dragões: formas-pensamento criadas em prostíbulos, bordéis, boates e congêneres.

Íncubos e Súcubos: nascidos de fantasias sexuais, sonhos eróticos e masturbação. Os íncubos acompanham as mulheres e os súcubos permanecem na atmosfera áurica dos homens, alimentando-se dos fluidos sexuais de suas vítimas.
Fantasmatas: átomos putrefatos desprendidos de cadáveres. Fixam-se nas pessoas emocionalmente receptivas que visitam cemitérios e/ou que ficam pensando compulsivamente em pessoas falecidas.
Leos e Áspis: nascem de atitudes ligadas ao orgulho e ira exacerbados, em reuniões de partidos políticos, desfiles militares e discussões que não levam a nada.
Mantícoras e Basiliscos: gerados em atos sexuais antinaturais (bestialidades, homossexualismos, demais atos e fantasias sexuais).
Encostos: nascem da energia da inveja ou de luxúria, projetam-se de uma pessoa à outra. Comumente, provocam mal-estares nos sistemas digestivo e respiratório, provocando náuseas, ânsias de vômito, resfriados prolongados, e são vistos pelo vidente “colando-se” nas costas da vítima.

Há muitos outros, como os Vermes da Lua, Caballis e Vampiros, que se alimentam de sangue (locais onde houver mênstruo, matadouros, depósitos de lixo hospitalar etc.), comida apodrecida, casas sujas, terrenos baldios e muito especialmente cemitérios etc.

(Fonte Gnosis Online)

Com o objetivo de enriquecer mais o assunto, peço para os que possuem algum conhecimento a cerca do assunto, complementem-no.

De início, quero deixar alguns questionamentos:

Se as larvas astrais são o que são, então como se justifica a afirmativa abaixo:?

Muitos magos negros ou espíritos inferiores, por meio de manipulação energética e magística, conseguem fazer com que certos tipos de larvas astrais ataquem seus desafetos, drenando suas energias e transformando-os em verdadeiros zumbis. Em oferendas e despachos, em que são utilizados materiais pesados com álcool e sangue, as larvas astrais sentem-se incontrolavelmente atraídas. Os vapores do sangue e do álcool dão a elas a
sensação de vida, e por isso " enganam " os médiuns despreparados, fazendo-se passar por " Entidades de Luz ", convencendo-os a efetuar tais "trabalhos"
com sangue e álcool.

Como assim, convencendo-os? Larvas tem poder de persuasão?
Até onde eu sei, eles não são dotados de uma consciência, então como poderiam se passar por espíritos de luz?? Pra isso não seria necessário que pudessem se comunicar tb?

Peço desculpas pela minha ignorância quanto ao assunto, mas justamente por isso estou buscando um maior entendimento. Smile


_________________
LARVAS ASTRAIS Assinaturafz
Ver perfil do usuário

2LARVAS ASTRAIS Empty Re: LARVAS ASTRAIS em Qui Jan 03, 2013 3:32 am

Convidado


Convidado
Sem ofensa, mas acho muita dessa informação estranha...

Começo por aqui:

Dragões: formas-pensamento criadas em prostíbulos, bordéis, boates e congêneres.

Para além de dragões e larvas astrais terem tanta semelhança quanto um elefante e um minhoca (nem a mesma classe de seres são), eles são colocados como seres negativos, o que não é o caso (ou pelo menos não o serão naturalmente). A associação de dragões a esse tipo de ambiente a mim deixa-me um pouco confusa, para dizer o mínimo...

Incubos e Súcubos: nascidos de fantasias sexuais, sonhos eróticos e masturbação. Os íncubos acompanham as mulheres e os súcubos permanecem na atmosfera áurica dos homens, alimentando-se dos fluidos sexuais de suas vítimas.

Também estes não são larvas, apesar de haver entre a Súcubus e a energia sexual masculina, entre o Íncubus e a energia sexual feminina, uma estreita relação. Segundo Jung, cada homem tem uma "anima", uma "mulher" interior que faz parte dele e é ao mesmo tempo a imagem ideal que o mesmo tem de mulher. Quando uma mulher se parece (inconscientemente) com a Anima de um homem, este tende a apaixonar-se por ela (mesmo que a sua Anima seja uma imagem deturpada de uma mulher). O mesmo se sucede com a mulher, que tem uma contraparte masculina chamada Animus. Estas energias (usando a designação de Jung) são necessárias ao ser humano para seu equilíbrio e são naturais. Íncubus (para as mulheres) e Súcubus (para o homem) são seres capazes de drenar a energia sexual, anímica e vital de um ser ao tornarem-se numa espécie de "vampiro residente" que fica incubado (reparem na semelhança com a palavra íncubus) no ser humano, tomando o lugar que naturalmente pertenceria à Anima ou Animus da pessoa e pode levar a desequilíbrios de ordem sexual, como o afastamento de outros parceiros e a dedicação exclusiva da energia sexual e esses seres.

Mantícoras e Basiliscos: gerados em atos sexuais antinaturais (bestialidades, homossexualismos, demais atos e fantasias sexuais).

Também estes são outra classe de seres, num raciocínio semelhante ao que acompanha o dos dragões. Se de algum modo estão ligados à sexualidade, não o sei, mas parece-me um pouco preconceituoso a forma como são apresentados. Mesmo que se considere um acto homossexual um "desvio" à norma, mesmo em termos espirituais, creio que a criação de seres nesse acto (e não só a criação de cordões energéticos negativados, mas a geração de seres, fora de um processo magístico negativo (ou seja, magia sexual direccionada a isso), não me parece viável.
Mas corrijam-me se estiver errada. Tenho todo o interesse em esclarecer o assunto...

Encostos: nascem da energia da inveja ou de luxúria, projetam-se de uma pessoa à outra. Comumente, provocam mal-estares nos sistemas digestivo e respiratório, provocando náuseas, ânsias de vômito, resfriados prolongados, e são vistos pelo vidente “colando-se” nas costas da vítima.

Este então, não mesmo! "Encosto" é o nome popularmente dado a um espírito obsessor ou sofredor que de algum modo perturba a vida da pessoa. No caso do primeiro será consciente, no caso do segundo, não. Um espírito sofredor normalmente associa-se ao campo de um ser vivente na esperança de conseguir ajuda ou de revitalizar áreas doentes nos seus corpos espirituais, vendo no ser que está a desgastar alguém com excesso de energia e o pode ajudar, ou simplesmente um espírito sofredor é muitas vezes colocado lá (na vida de um ser encarnado), por um terceiro (isso já entra no âmbito da obsessão espiritual causada por esse terceiro, encarnado ou não, e normalmente segue acções magísticas).
Um espírito sofredor muitas vezes tem deformações nos seus campos espirituais, fruto de algum vício que teve em vida. Muitas vezes eles tentam acoplar-se a médiuns com uma capacidade natural para o trabalho de transporte, pois por esta via, conseguem re-educar os seus corpos "deformados" sobre o equilíbrio correcto entre os corpo, algo que um encarnado tem mais facilmente, pois os nossos corpos físicos impedem um grau de deformação grave dos outros corpos, pelo menos até desencarnarmos. Mesmo um ser encarnado em desequilíbrio é muitas vezes um grau de melhoria enorme em relação ao estado em que se encontram.

Há muitos outros, como os Vermes da Lua, Caballis e Vampiros, que se alimentam de sangue (locais onde houver mênstruo, matadouros, depósitos de lixo hospitalar etc.), comida apodrecida, casas sujas, terrenos baldios e muito especialmente cemitérios etc.

Esta passagem leva a entender que a pessoa que escreve isto acredita que estes seres se alimentam de sangue real e não de uma substância vital energética semelhante ao sangue (o que seria o mínimo...). Se se pode considerar nalguns casos que a vampirização é feita em cima de uma substância vital e que isso pode simbolicamente ser interpretado como sangue, é uma coisa. A interpretação que vejo aqui, é outra...

Pessoalmente, me parece que a pessoa que escreveu este texto, malgrado a negativação de alguns seres que me parece descabida, tentou inserir debaixo da categoria "larva astral" algo que possa ser responsável por drenar energeticamente um ser, por várias acções.

Honestamente, pelos discursos, me parece que a pessoa está muito centrada na área sexual. Não que essa não seja muitas vezes uma das primeiras áreas da vida passivas de sofrer um ataque. Mas parece que em vez de abordar o desequilíbrio sexual como algo relacionado também ao emocional ou até falar de atitudes mentais e emocionais que possam ser fruto desse desgaste energético, ou possam colocar-nos em afinidade com seres negativados que nos possam drenar energia, tudo é visto sob o ponto da "deturpação" sexual e isto visto de uma forma bastante limitada. Na realidade, parece escrita por um padre da época Vitoriana...


Muitos magos negros ou espíritos inferiores, por meio de manipulação energética e magística, conseguem fazer com que certos tipos de larvas astrais ataquem seus desafetos, drenando suas energias e transformando-os em verdadeiros zumbis. Em oferendas e despachos, em que são utilizados materiais pesados com álcool e sangue, as larvas astrais sentem-se incontrolavelmente atraídas. Os vapores do sangue e do álcool dão a elas a
sensação de vida, e por isso " enganam " os médiuns despreparados, fazendo-se passar por " Entidades de Luz ", convencendo-os a efetuar tais "trabalhos"
com sangue e álcool.

Que um Mago possa colocar larvas num ser por meio de evocação magística, é verdade. Não creio que para já seja altura de falar nos processos envolvidos.
Creio que essa frase, a que colocou, se refere não aos seres "larvas", mas aos "magos negros" e aos "seres inferiores" que as manipulam e colocam nos campos de seres encarnados a fim de os prejudicar.
Pessoalmente, leio esse texto de duas maneiras: ou um aviso aos incautos que lidam com qualquer entidade e qualquer mago e muitas vezes caem no brejo e se dão mal pois caem na mão de seres negativados, ou mais um ataque as entidades de Umbanda (pela bebida) e do Candomblé (pela bebida e pelo sangue). Nada que uma pessoa já não esteja habituada.

Larvas tem poder de persuasão?
Não. Larvas astrais são em tudo semelhantes às larvas físicas, mas espirituais. O seu nome deriva da acção que fazem, bem como do aspecto que têm perante médiuns videntes. Larvas são seres que decompõem algo que está parado. São seres que estando no nosso corpo estão fora da sua dimensão natural, já que os nossos corpos estão vivos e não é natural que se apodreça em vida.
Eles são de ocorrência natural como as larvas físicas na natureza, afinal, tudo necessita de ser decomposto quando perde a vitalidade, os "restos" energéticos precisam de ser reabsorvidos pela natureza, em todos os seus planos e dimensões.
Como eles aparecem em nós então? São retirados do seu meio e havendo falta de "comida" como naturalmente acontece nos seus locais de actuação natural, começam a alimentar-se de alguém saudável. Ou seja, eles vão procurar o que estiver mais "podre" em nós (o que será possivelmente um bloqueio energético, mas que de forma natural será algo estagnado, mas vivo), e alimentar-se dessa energia. Na realidade, esse ser estará escolhendo o que lhe é mais aproximado à sua comida. Por exemplo, se você ficar sem meios numa ilha deserta, não procurará primeiro comer a areia, mas certamente procurará algas, se mais nada houver à mão...
Deste modo, não são seres maus ou bons. São importantes na Criação, mas devem estar nos seus locais adequados.

Um trabalho completo com estes seres implica:
-retirá-los da pessoa que está a sofrer a sua influência
-devolvê-los ao seu local de actuação natural
-fechar o acesso, se existir, para que novas larvas não extravasem para fora dos seus locais naturais e voltem a prejudicar a pessoa
-proceder à recuperação da área afectada pelas mesmas

Outra afirmação que para mim não tem nada a ver será isto:
Os elementares, também conhecidos como Elementários (não confundir com os elementais da natureza, que são as almas das plantas, dos animais etc.) ou Larvas Astrais, podem ser gerados em nossos lares ou ambientes de trabalho quando se gera um hábito ou pensamento negativo.

Elementares são uma classe de seres, elementais são outros. Elementares nem por isso são negativos...

Mas pronto, vai o pouco que sei e que me é oportuno falar neste momento.

PS - Nienna, não creio que o site que visitou seja confiável... Tem muita informação que para mim está bem "fora"... Mas pronto. Opinião minha. Pode ser uma questão de definição de termos... Apesar de achar um pouco rebuscado.

3LARVAS ASTRAIS Empty Re: LARVAS ASTRAIS em Qui Jan 03, 2013 12:12 pm

Nienna

Nienna
Regente
Gwenhwyfar escreveu:Sem ofensa, mas acho muita dessa informação estranha...

PS - Nienna, não creio que o site que visitou seja confiável... Tem muita informação que para mim está bem "fora"... Mas pronto. Opinião minha. Pode ser uma questão de definição de termos... Apesar de achar um pouco rebuscado.

Pois é Gwen, postei este texto pq é um dos mais copiados na internet.
Existem outras variações, mas que no final das contas falam basicamente a mesma coisa.
Eu também achei algumas destas informações bastante duvidosas, apesar do meu conhecimento sobre larvas ser mínimo.

Mas pelo que vejo há alguem que tem um conhecimento mais aprofundado.... musica musica

Muito obrigada pelo texto. ^^ Não se sinta acanhada em postar mais sobre o assunto, pois creio que sobre isso carecemos de informações. Wink



_________________
LARVAS ASTRAIS Assinaturafz
Ver perfil do usuário

4LARVAS ASTRAIS Empty Re: LARVAS ASTRAIS em Qui Jan 03, 2013 12:46 pm

Gwen...

Voce colocou bem a questão.....

Resumindo.... eu digo que LARVA ASTRAL é o resto da decomposição do CORPO ASTRAL, ou seja, o CADAVER.
Chega a ser mais prejudicial que o corpo astral negativado.... pois contamina principalmente a aura humana
vindo a causar molestias tanto espirituais como físicas.

sds

sandoval


_________________
SDS

Monge Copista, Copeiro, Espadado, Chaveiro, Sarcástico, Piadista, Diarista.....
Ver perfil do usuário

5LARVAS ASTRAIS Empty Re: LARVAS ASTRAIS em Qui Jan 03, 2013 3:41 pm

Convidado


Convidado
Sandoval escreveu:Gwen...

Voce colocou bem a questão.....

Resumindo.... eu digo que LARVA ASTRAL é o resto da decomposição do CORPO ASTRAL, ou seja, o CADAVER.
Chega a ser mais prejudicial que o corpo astral negativado.... pois contamina principalmente a aura humana
vindo a causar molestias tanto espirituais como físicas.

sds

sandoval

Eu coloco um pouco diferente... Larva Astral será um ser cuja acção natural e instintiva é a de decompôr, entre outras coisas, esses restos, o corpo astral, vibrações nocivas, etc.. Assim sendo, o seu local natural será o(s) plano(s) em que essas vibrações e restos são decompostas. Ou seja, bem abaixo do nosso plano.
Mas agora que colocou a sua visão de larva astral compreendi perfeitamente tudo o que quis dizer no tópico dos vampiros. (Eu sabia que o meu problema de compreensão se prendia em definições... rsrsrsrsrs)

6LARVAS ASTRAIS Empty Re: LARVAS ASTRAIS em Qui Jan 03, 2013 8:36 pm

Convidado


Convidado
o resto da decomposição do CORPO ASTRAL, ou seja, o CADAVER.
Chega a ser mais prejudicial que o corpo astral negativado.... pois contamina principalmente a aura humana
vindo a causar molestias tanto espirituais como físicas.

Eu vejo isso como miasma. Ou uma possível origem para um miasma.

7LARVAS ASTRAIS Empty Re: LARVAS ASTRAIS em Sex Jan 04, 2013 3:21 pm

Convidado


Convidado
ACÇÃO DAS LARVAS

Elas penetram os nossos campos externos e podem penetrar nossos corpos internos.
Se a segunda acontecer, estes podem ser corroídos, corrompidos, "comidos".

A sua acção na saúde é grave, como já foi referido.

Depois da remoção das larvas se faz necessário activar a regeneração dos locais afectados, de modo a repor a saúde e vitalidade, o equilíbrio dos corpos internos e sobretudo fechar os buracos abertos. Se esta acção não for tomada, formar-se-á um local onde necessariamente haverá um ponto de vulnerabilidade à entrada de todo o tipo de influência negativada ou até a nova penetração de outros seres no indivíduo.

Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum