Portais de Luz

Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Parceria

Facebook
Setembro 2019
SegTerQuaQuiSexSabDom
      1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30      

Calendário Calendário

Últimos assuntos
» Visconde de Mauá
OS VAMPIROS EmptyQui Ago 23, 2018 4:18 pm por fernandojorge

» Atendimento Portais de Libertação
OS VAMPIROS EmptyQui Maio 17, 2018 6:42 pm por Lancelot

» Mago.Hellblazer
OS VAMPIROS EmptyQui Maio 17, 2018 5:32 pm por Lancelot

» A história da Umbanda
OS VAMPIROS EmptyQui Dez 21, 2017 11:36 pm por Lancelot

» Espaços mágicos e correntes
OS VAMPIROS EmptyQua Dez 20, 2017 11:29 pm por Lancelot

» Piano Bar Convívio
OS VAMPIROS EmptyQua Dez 20, 2017 10:49 pm por Lancelot

» O poder das Pedras Pretas : para limpeza energética e proteção
OS VAMPIROS EmptyQua Dez 20, 2017 10:46 pm por Lancelot

» Um regresso
OS VAMPIROS EmptyQua Dez 20, 2017 12:11 pm por Lancelot

» Feliz Natal 2017
OS VAMPIROS EmptyTer Dez 19, 2017 10:34 pm por Lancelot


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Portais de Luz » Ocultismo » Ocultismo em Geral » OS VAMPIROS

OS VAMPIROS

Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte

Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 3]

1OS VAMPIROS Empty OS VAMPIROS em Qui Dez 27, 2012 5:03 pm

O Pseudo-vampirismo.OS VAMPIROS 015902780ex001OS VAMPIROS Imagehandlerh

Na verdade, um dos principais "propagadores" deste pseudo-vampirismo que muito vemos na net é o filme “Crepúsculo” e "Anjos da noite", incluindo vários livros de vampiros poderosos, utilizando de pessonagens fisicamente belos e cheios de bondades ..... Estas obras visivelmente feitas para enganar ignorantes, transformá-los numa tribo e logicamente, pegar-lhes o dinheiro, é cheia de meias-verdades (logo, ilusões).

Prega que existe uma transformação em vampiro, que este é um estado natural a humanidade, que o individuo adquire "superpoderes", que através de projeção astral se pode vampirizar, que após a morte ou viramos vampiros ou desaparecemos, enfim, todo tipo de baboseira e como eu já disse, meias-verdades.

O assunto principal diz basicamente, que o "vampiro" deve absorver o máximo de energia possível para ter poder e ser imortal. QUE "GENIALIDADE" !!!

1) A energia por natureza deve fluir caso contrário torna-se estéril, ou seja, se desfaz.

2) Energia em excesso é tão nociva quando energia em falta. Afinal, não adianta comer 5 quilos de comida em um só dia para reservar energia, você acabará morrendo de congestão.

3) O que concede "poder" é a vontade e não a energia, a energia pode sustentar e fortalecer um organismo, mas não lhe dá "habilidades" . O que faz o carro andar é sua mecânica e não a gasolina.

4) Embora a energia contenha o "DNA" de sua fonte, é impossível a uma entidade externa "codificá-lo a força". Logo, energia roubada nada transmite ao vampiro, mesmo porquê este não tem a capacidade de aprender, a não ser ao se fundir com outro vampiro, mas neste caso não há realmente aprendizado por assim dizer.

5) "Quem" faz projeção astral é o Espirito (no principio junto ao Corpo astral), logo, espirito nenhum é "tolo" o suficiente de querer sugar energia, todo espirito em si é um próprio gerador de energia, pois é uma entidade diretamente ligada a Fonte, isto sem levar em consideração que nenhum espirito é corrupto a este ponto.

O Indivíduo deposita tanto fé que irá interagir com outro que ele acaba criando uma ligação telepatica, o que é até natural, mas a partir do momento que este quer muito acreditar que fez uma projeção ele acaba por induzir a si mesmo e ao seu contato (através de sugestão telepática) que durante o "evento" aconteceu x coisas.
O mesmo pode acontecer com os pseudo-vampiros que querem tanto ser "vampirinhos" que ficam tendo e dando sugestões telepáticas em suas presas.

Bom salientar, que embora isto pareça grande coisa, não é, o primeiro a ser vítima de uma maldição é sempre o "amaldiçoador", e isto raramente se transmite ao alvo. (Lei da Atração)

*Importante deixar claro, que falo aqui de casos extremamente raros, logicamente, em boa parte dos casos tudo não passa da simples sugestão.

Inconsciência não é sinônimo de estupidez.....Falaremos agora de "vampiros de verdade".



Última edição por Sandoval em Qui Dez 27, 2012 5:48 pm, editado 1 vez(es)


_________________
SDS

Monge Copista, Copeiro, Espadado, Chaveiro, Sarcástico, Piadista, Diarista.....
Ver perfil do usuário

2OS VAMPIROS Empty O QUE É VAMPIRISMO ???? em Qui Dez 27, 2012 5:09 pm

OS VAMPIROS Imagepreviewiu

Embora tal termo comporte muitas interpretações, mesmo porquê é um assunto por demais abrangente, costumam chamar de vampirismo os casos no qual a troca de energia se torna completamente desbalanceada, ou seja, um ser recebe muito mais energia do que transfere. Pessoalmente acho isto razoável, mas abre parte para um enorme engano que ofusca o que eu concebo como um vampiro verdadeiro.

Pois, se analisarmos o assunto por este lado, acabamos por banalizar o termo. Já que desta forma todo patrão vampiriza seus empregados, todo fã vampiriza seu ídolo, todo bebê vampiriza sua mãe e toda mãe vampiriza seus filhos adultos.

Embora realmente nestes casos haja de fato um grande desequilíbrio de troca energética, está a meu ver bem longe do que julgo como sendo vampirismo. Aliás, como eu já disse, usam muito tais comparações apenas para fingir que o vampirismo é algo comum, corriqueiro e inevitável, o que ofusca o que o "verdadeiro vampirismo" realmente é.... Pessoalmente, prefiro chamar de vampirismo os casos nos quais uma entidade absorve praticamente TODA energia de uma outra entidade sem haver nenhuma troca.

Isto ocorre conosco todos os dias quando nos alimentamos, independente da dieta que venhamos a seguir inevitavelmente precisaremos absorver quase toda energia de outro ser vivo, seja animal, vegetal ou até mesmo unicelular. Mas seremos todos vampiros por isso ? Talvez, mas lembre-se, a energia de um ser carrega seuS "DNAs"
logo, adquirimos parte da essência de todos animais e vegetais que comemos, logo, eles tanto passam a fazer parte de nós como nós deles no momento que os ingerimos.

Mas nós, em nossa maioria, ainda não somos o que eu concebo como vampiros, talvez meio-vampiros seria um termo adequado, afinal, quando a "egrégora que é um vegetal" se une a "egregora que somos nós" tanto eles se beneficiam como nós, eles transcendem à humanidade e nós mantemos nossa energia balanceada e nos desenvolvemos. Talvez os "deuses" façam o mesmo conosco...
Enfim, o que seria então um "vampiro de verdade" ?

Na minha concepção, deveríamos chamar de vampiros apenas entidades PARASITÁRIAS, ou seja, ela não se fundem com outros seres mas apenas sugam a energia destes para manterem-se sempre as mesmas....Logo, para um "ser humano" é praticamente impossível ser um vampiro, pois por natureza eles se fundem a outros seres e não precisam vir a parasitar, ao menos não precisam parasitar para "comer". Relembro que não estamos levando em consideração formas menores e indiretas de vampirismo.

Sendo assim, a maior parte dos vampiros não são seres humanos, animais, vegetais nem qualquer outro tipo de ser vivo, pois a vida em si é pura, auto reciclável e transcendente. Ou seja, apenas seres "não-vivos" podem ser vampiros de fato..... Existem então mortos-vivos ? Sim, mas um ser não-vivo não precisa necessariamente já ter morrido, maior prova (inclusive prova científica) são os vírus, eles não são considerados seres vivos mas existem, plenamente, a sua maneira "alienígena".

Sendo assim, tenha pena dos pobres imaturos que alegam praticar vampirismo e serem vampiros reais, isto é tudo uma grande bobagem, o que acontece em alguns destes casos, é que o indivíduo crê tanto que está "sugando alguém por osmose" que acaba elevando o próprio sekhem, mas geralmente tudo não passa de auto sugestão...


_________________
SDS

Monge Copista, Copeiro, Espadado, Chaveiro, Sarcástico, Piadista, Diarista.....
Ver perfil do usuário

Como eu já disse, não é por medo nem nada do gênero, o caso é que um indivíduo que se sinta bem sendo egoísta ao ponto de "querer vampirizar", é em sua essência tão mal caráter que não merece ter amigo algum, mesmo porquê isto talvez o ensine alguma coisa.
É IMPOSSÍVEL SUGAR ENERGIA ALHEIA "POR OSMOSE". Vários ocultistas de renome explicam o vampirismo como sendo a tentativa desesperada que o Ba (corpo astral/períspirito) encontra para resistir a morte. Segundo estes, no momento da morte física o Ka (a alma verdadeira) se separa tanto do corpo físico como do corpo mental (Ba) e parte para sua jornada.

O corpo mental começa então a se decompor juntamente com o corpo físico, e quando um "desaparece" o mesmo acontece com o outro. E estado o Ba ainda funcionando, ele busca desesperadamente sugar energia de outros seres para cessar a decomposição de ambos os corpos e assim continuar "vivendo". Segundo estes estudiosos, este corpo mental não passa de um mero "robô", que embora tenha nossas memórias e nosso comportamento, não somos nós, é realmente "apenas" o corpo do nossa mente.... Nesse interim o Ka (ou seja, nós) está bem distante talvez em uma dimensão completamente diferente continuando a seguir seu caminho.

Levando tais estudos em consideração, é perfeitamente compreensível a razão da mumificação, desta forma os "Bas" não precisariam vampírizar ninguém, e desistiriam por si só da "vida" quando o momento chegasse, já que a mente humana não tem "animo" para "viver" por centenas de anos. Mas isto, é apenas uma suposição minha.

Não basta somente destruir o corpo, ou seja, Cremar... Simplesmente por haver a chance do Ba conseguir "outra âncora", o que é perfeitamente possível, pois se há muita energia do indivíduo depositada em quaisquer outros objetos ou pessoas o Ba tem a opção de usá-los como âncora. Por isso é bom se desvencilhar de objetos de pessoas mortas.

Pessoas que não aceitam a morte de seus entes queridos, tendem também a servir de âncora e também de "presa". Vocês ficariam horrorizados se estudassem casos de mães que perderam os filhos, a porcentagem de vampirismo neste meio é assombrosa. Afinal, se você fica "invocando um morto toda hora" ele não irá morrer.

Boa parte dos "corpos mentais dos mortos" ficam num estado catatônico e letárgico com o tempo, a maioria nem chega a continuar "vivendo". Mas a partir do momento que os ficam chamando, eles naturalmente irão acordar, e a partir daí nasce a maior parte dos vampiros.

Não importa se o centro espírita o fez para tranquilizar a família, este tipo de atitude provavelmente criará monstros, mesmo porquê sempre é o "Ba morto-vivo" que é invocado e incorpora, nunca o Ka... pois o Ka se manifesta através de mensagens ou sonhos e não reconhece mais o sua identificação terrena...

Importante salientar também, que muitas vezes nem é o Ba do "morto" em questão que se apresenta ao médium, geralmente é coisa muito pior.... Ex: Outros vampiros que se fazem passar pela pessoa apenas para vampirizar a família E o médium, outras entidades ainda mais mentirosas e perigosas como os vulgarmente chamados "Demônios".



Última edição por Sandoval em Qui Dez 27, 2012 5:51 pm, editado 1 vez(es)


_________________
SDS

Monge Copista, Copeiro, Espadado, Chaveiro, Sarcástico, Piadista, Diarista.....
Ver perfil do usuário

4OS VAMPIROS Empty Como os "vampiros vampirizam” ? em Qui Dez 27, 2012 5:38 pm

...... Como já foi dito, o "Ba vampiro" precisa "comer" assim como nós, para manter suas energias, mas diferentemente de nós, eles não se fundem ao alimento, apenas o consomem suas energias, é como se ele sugasse apenas sua vontade e não a sua essência. Para fazer isso o Ba precisa literalmente comer um pedaço da sua presa, mas nunca conseguirá devorá-la por completo pois isso seria fundir-se a ela e adentrar novamente ciclo da vida.

No entanto, os "Kas" sempre superam o "Bas" , logo os vampiros nunca poderão lutar de igual para igual com nenhum ser vivo, pois inevitavelmente seriam "surrados". A única opção aos vampiros então é atacar suas vítimas quando seu Ka "não está por perto", embora este sempre esteja com a pessoa, há momentos em que a maior parte de suas energias estão voltadas para outras dimensões/planos. Poder-se-ia dizer então em grosso resumo, que os vampiros tentam comer pedaços dos "Bas" de suas vítimas quando o Ka destas está ocupado demais fazendo outra coisa, e isso geralmente acontece quando estas estão dormindo..... *O Ba vampiro simplesmente invade o Ba do ser vivo e começa a se alimentar dele.

O Ba de todo ser vivo é diretamente alimentado pelas fusões do corpo físico, ou seja, sempre que você come alguma coisa, a essência deste ser irá fundir-se ao seu Ba. O Ba de um morto, como não pode receber esta energia de seu corpo precisa ir roubar diretamente de outro Ba.]
Importante dizer também, que nada impede um vampiro de devorar outro para se alimentar, aliás isto deve acontecer com frequência. No entanto, nestes casos há fusão pois ambos são "seres sem essência", logo, um pode devorar completamente o outro pois ambos não possuem a única coisa "indevorável" que os seres vivos têm. Aí também que surgem as ditas "legiões de espíritos", que são nada mais que um vampiro que já se fundiu com centenas de outros. Todo vampiro antigo provavelmente já se tornou uma "legião".

Enfim, ninguém pode TRANSFORMAR-SE em vampiro, eles não possuem a menor consciência, são restos, são carros sem motoristas... O Vampirismo é contagioso. Isto nada tem a ver com você se transformar em vampiro por ter sido vítima de um, digo, não necessariamente..... O que acontece é simples, imagine se toda vez que você fosse comer tivesse sempre alguém que viesse até você e roubasse seu prato, você irá precisar conseguir mais comida. E é justamente isto que acontece. As vítimas de vampirismo tendem a tentar mais e mais energia das mais diversas maneiras, pois aquilo que deveria ser suficiente para elas é roubado.


_________________
SDS

Monge Copista, Copeiro, Espadado, Chaveiro, Sarcástico, Piadista, Diarista.....
Ver perfil do usuário

5OS VAMPIROS Empty Re: OS VAMPIROS em Qui Dez 27, 2012 5:39 pm

No entanto, embora algumas pessoas acabem realmente comendo muito, outras sofrem esta carência em nível mental e não físico, estas acabam por transformar-se em pessoa extremamente ambiciosas, avarentas, carentes e possessivas. Não que estas características sejam geradas apenas por vampirismo.... Em muitos casos, os vampiros devoram o Ba de suas presas vivas assim que elas morrem adicionando mais um a "legião", porém, assim como nos outros casos, o Ka sempre fica de fora desta fusão.

Famílias muito abastadas, tradicionais e saudositas geralmente têm a sua "legião particular", pois os próprios familiares conservam objetos de grande estima dos falecidos, ficam relembrando-os em todas as muitas reuniões, enfim, criam ocasiões de sobra para sustentar os vampiros, muitas vezes, tais costumes são diretamente influenciados pelos vampiros, através de sugestão telepática, sonhos, etc.... Não descarto a possibilidades de algumas famílias terem defesa contra isto, mas na maior parte dos casos não tem. Guardem objetos pelo seu próprio valor e não pela lembrança de alguém.... exemplo um livro que deve ser guardado pelo que ensina e não por ter pertencido a um falecido...

A melhor ilustração que consigo imaginar para compreender facilmente como "funciona" um vampiro é comparando-os a máquinas, mais especificamente, computadores. Eles têm uma intrincada programação que os fará agir da forma x nas circunstâncias y , mas não têm nenhum poder de escolha, de consciência. Sendo assim, o vampiro que é parte de um ente querido pode realmente fazer uma mãe acreditar que ele é seu filho, afinal ele possui todas as memórias, o comportamento e até a aparência do falecido, no entanto isto tende a também se diluir com o tempo.

OS VAMPIROS Obsessao2

Enfim, um vampiro é o "zumbi" da mente de alguém, por isso terá todos os conhecimentos, memórias, trejeitos e desejos que o Ka adotou durante sua jornada na Terra. Porém, o Ka digeriu tudo isto e ficou apenas com "o melhor", deixando o resultado indesejado desta digestão na Terra. Inconsciência não é sinônimo de estupidez.
Por ser apenas um resto mortal, desprovido de Ka, vampiro nenhum possui consciência, ou melhor dizendo, nenhum possui o "Verdadeiro Intelecto"..... Mas isso não quer dizer que eles sejam tolos, ignorantes, burros ou selvagens. Isto que dizer "apenas" que eles não são ninguém, mas ainda assim são alguma coisa. Logo, todos vivem no "piloto automático" e estarão condenados a este estado até que morram de uma vez por todas.


_________________
SDS

Monge Copista, Copeiro, Espadado, Chaveiro, Sarcástico, Piadista, Diarista.....
Ver perfil do usuário

6OS VAMPIROS Empty Re: OS VAMPIROS em Dom Dez 30, 2012 10:55 pm

Meu caro Sandoval,

Li e reli seus posts.

E isso me levou a umas quantas questões.rsrsrsrsrsr

***********************************

*Como posso prevenir a presença desses seres em minha vida?

*A história do alho é verdadeira?

*Como sei que estou a ser alvo de um ser destes?

*Dois furinhos no pescoço?

*Como os retiro de minha vida?

*Com água benta, setas ou balas de prata, ou estacas de madeira?

Encontrei uns Kits.
OS VAMPIROS 011+%281%29
OS VAMPIROS Kit2yi
OS VAMPIROS 01_kit_contra_vampiros-1

Ver perfil do usuário https://portaisdeluz.forumeiros.com

7OS VAMPIROS Empty Re: OS VAMPIROS em Seg Dez 31, 2012 5:27 pm

Muito bom seus kits....
Os meus kits estão perdidos a uns 600 a 700 anos por ai... um dia eu os reencontro....

Quantas questões....e o convido e a quem também estiver interessado, que respondamos tudos juntos
com o de conhecimento de cada um.....

Mas... vamos deixar para o ano que vem....

sds

Sandoval


_________________
SDS

Monge Copista, Copeiro, Espadado, Chaveiro, Sarcástico, Piadista, Diarista.....
Ver perfil do usuário

8OS VAMPIROS Empty Re: OS VAMPIROS em Qua Jan 02, 2013 1:38 pm

Lancelot escreveu:Meu caro Sandoval,

Li e reli seus posts.

E isso me levou a umas quantas questões.rsrsrsrsrsr

***********************************

*Como posso prevenir a presença desses seres em minha vida?

*A história do alho é verdadeira?

*Como sei que estou a ser alvo de um ser destes?

*Dois furinhos no pescoço?

*Como os retiro de minha vida?

*Com água benta, setas ou balas de prata, ou estacas de madeira?


Caro lancelot

Seus questionamentos são baseados nas supertições populaes que se tornaram uma forma de defesa e ataque aos vampiros
que somente na mente de pessoas de pouco conhecimento (não sendo seu caso... sei que sua intenção é esclarecer essas fantasias)
são totalmente eficazes como nos filmes para adultos infantilistas.....

segue meu esclarecimento bem resumido....


_________________
SDS

Monge Copista, Copeiro, Espadado, Chaveiro, Sarcástico, Piadista, Diarista.....
Ver perfil do usuário

9OS VAMPIROS Empty Re: OS VAMPIROS em Qua Jan 02, 2013 1:44 pm

No século dezenove um escritor inglês, Bram Stoker, publicou um romance fantástico chamado Drácula: neste romance ele inclui dados folclóricos cuidadosamente coligidos em torno do fenômeno do vampirismo. Embora o enredo do romance fosse insosso e pueril, a figura central do vampiro, o “Conde Drácula”, fascinou de tal forma o subconsciente de pessoas que se consideravam racionais e civilizadas que hoje o nome “Drácula” é imediatamente associado com vampirismo.

Talvez a maior fascinação da obra do romancista inglês, que nunca mais escreveu coisa alguma tão bem sucedida, seja a riqueza de dados folclóricos do interior europeu sobre o vampiro.. A tradição de que o alho afugenta o vampiro; de que este não pode entrar numa residência sem convite de alguém que lá se encontre; de que o vampirismo é infeccioso; de que o vampiro pode assumir diversas formas animais; de que a única maneira de matar um vampiro é destruir o corpo, ou pelo menos inutiliza-lo para as funções biológicas; tudo isto está fundamentado no folclore de diversas nações da Europa. Até que ponto se trata de fatos, no senso científico da palavra, e até que ponto se trata de superstição?...... Vejamos, ponto por ponto......

Que o alho é repelente para certos tipos de entidade do mundo sutil é um fato conhecido de ocultistas; mas não decorre disto, absolutamente, que deva ser repugnante aos vampiros. Suponhamos, por exemplo, que o vampiro seja de origem italiana..... poderemos sequer pensar que o alho lhe seja repelente, quando a cozinha do seu país usa tão liberalmente este tempero?.......

0 condicionamento cultural de um indivíduo é sempre um fator em sua forma de manifestação em qualquer plano, mesmo no caso de um vampiro. Um cineasta de talento, Roman Polanski fez um filme sobre vampiros e em uma das cenas, uma donzela amedrontada ergue um crucifixo em frente a um vampiro. Este ri deliciado e lhe diz: “Você está com o vampiro errado!”...... Este vampiro, no filme, era de origem judaica. Embora a cena seja uma piada, o cineasta tocou num ponto de grande importância oculta: os símbolos de uma determinada religião só amedrontam àqueles que acreditam na validade daquela religião. Portanto, por exemplo, é totalmente inútil tentar usar símbolos cristãos para afugentar entidades que pertencem a outras correntes religiosas, principalmente os judeus, que nãoa creditam em Jesus Cristo.....

Quanto à impossibilidade de um vampiro penetrar em uma residência sem o consentimento de alguém que lá resida, isto é uma superstição cuja base se encontra no fato de que ninguém pode ser magicamente atacado sem que haja um ponto de afinidade entre sua estrutura anímica e a entidade atacante. Mas é claro que um vampiro – ou qualquer outro tipo de entidade – pode penetrar em qualquer ambiente que não esteja magicamente defendido. Para a entidade permanecer ali, entretanto, é necessário que encontre um ponto de apoio, uma afinidade, e a superstição quanto à entrada do vampiro está baseada nisto.

De todas as superstições em torno do vampiro, só três são importantes do ponto de vista científico:

1. A idéia de que é necessário destruir o corpo físico do vampiro, ou inutiliza-lo para as possibilidades de funções fisiológicas.

2. A idéia de que o vampiro pode assumir diversas formas animais.

3. A idéia de que o vampirismo é contagioso.

A importância destas superstições consiste em que elas não são superstições, mas sim fatos verificáveis pelo trabalho oculto.


_________________
SDS

Monge Copista, Copeiro, Espadado, Chaveiro, Sarcástico, Piadista, Diarista.....
Ver perfil do usuário

10OS VAMPIROS Empty Re: OS VAMPIROS em Qua Jan 02, 2013 4:59 pm

Sandoval escreveu:No século dezenove um escritor inglês, Bram Stoker, publicou um romance fantástico chamado Drácula: neste romance ele inclui dados folclóricos cuidadosamente coligidos em torno do fenômeno do vampirismo. Embora o enredo do romance fosse insosso e pueril, a figura central do vampiro, o “Conde Drácula”, fascinou de tal forma o subconsciente de pessoas que se consideravam racionais e civilizadas que hoje o nome “Drácula” é imediatamente associado com vampirismo.

Talvez a maior fascinação da obra do romancista inglês, que nunca mais escreveu coisa alguma tão bem sucedida, seja a riqueza de dados folclóricos do interior europeu sobre o vampiro.. A tradição de que o alho afugenta o vampiro; de que este não pode entrar numa residência sem convite de alguém que lá se encontre; de que o vampirismo é infeccioso; de que o vampiro pode assumir diversas formas animais; de que a única maneira de matar um vampiro é destruir o corpo, ou pelo menos inutiliza-lo para as funções biológicas; tudo isto está fundamentado no folclore de diversas nações da Europa. Até que ponto se trata de fatos, no senso científico da palavra, e até que ponto se trata de superstição?...... Vejamos, ponto por ponto......

Que o alho é repelente para certos tipos de entidade do mundo sutil é um fato conhecido de ocultistas; mas não decorre disto, absolutamente, que deva ser repugnante aos vampiros. Suponhamos, por exemplo, que o vampiro seja de origem italiana..... poderemos sequer pensar que o alho lhe seja repelente, quando a cozinha do seu país usa tão liberalmente este tempero?.......

0 condicionamento cultural de um indivíduo é sempre um fator em sua forma de manifestação em qualquer plano, mesmo no caso de um vampiro. Um cineasta de talento, Roman Polanski fez um filme sobre vampiros e em uma das cenas, uma donzela amedrontada ergue um crucifixo em frente a um vampiro. Este ri deliciado e lhe diz: “Você está com o vampiro errado!”...... Este vampiro, no filme, era de origem judaica. Embora a cena seja uma piada, o cineasta tocou num ponto de grande importância oculta: os símbolos de uma determinada religião só amedrontam àqueles que acreditam na validade daquela religião. Portanto, por exemplo, é totalmente inútil tentar usar símbolos cristãos para afugentar entidades que pertencem a outras correntes religiosas, principalmente os judeus, que nãoa creditam em Jesus Cristo.....

Quanto à impossibilidade de um vampiro penetrar em uma residência sem o consentimento de alguém que lá resida, isto é uma superstição cuja base se encontra no fato de que ninguém pode ser magicamente atacado sem que haja um ponto de afinidade entre sua estrutura anímica e a entidade atacante. Mas é claro que um vampiro – ou qualquer outro tipo de entidade – pode penetrar em qualquer ambiente que não esteja magicamente defendido. Para a entidade permanecer ali, entretanto, é necessário que encontre um ponto de apoio, uma afinidade, e a superstição quanto à entrada do vampiro está baseada nisto.

De todas as superstições em torno do vampiro, só três são importantes do ponto de vista científico:

1. A idéia de que é necessário destruir o corpo físico do vampiro, ou inutiliza-lo para as possibilidades de funções fisiológicas.

2. A idéia de que o vampiro pode assumir diversas formas animais.

3. A idéia de que o vampirismo é contagioso.

A importância destas superstições consiste em que elas não são superstições, mas sim fatos verificáveis pelo trabalho oculto.

Saudações.

Transforma-los em ovoides é uma possibilidade, mas será a mais correcta?
Melhor entrega-los a quem de direito, Lei Maior e Justiça Divina.

Os seres da "outra banda" têm a capacidade de plasmar diversas formas, muitas delas vão de acordo com o nosso inferno pessoal.

Contagioso? poderemos dizer que sim, por de uma forma ou outra acaba por afectar todos á sua volta.

Ver perfil do usuário https://portaisdeluz.forumeiros.com

11OS VAMPIROS Empty Re: OS VAMPIROS em Qua Jan 02, 2013 6:26 pm

Convidado


Convidado
O corpo mental começa então a se decompor juntamente com o corpo físico, e quando um "desaparece" o mesmo acontece com o outro. E estado o Ba ainda funcionando, ele busca desesperadamente sugar energia de outros seres para cessar a decomposição de ambos os corpos e assim continuar "vivendo". Segundo estes estudiosos, este corpo mental não passa de um mero "robô", que embora tenha nossas memórias e nosso comportamento, não somos nós, é realmente "apenas" o corpo do nossa mente.... Nesse interim o Ka (ou seja, nós) está bem distante talvez em uma dimensão completamente diferente continuando a seguir seu caminho.

Entendo mais ou menos o que quer dizer, porém, tenho uma dúvida.

O Ba, nesse caso, seria uma "não-pessoa que acha que o é", algo que deveria ter sido consumido naturalmente, mas não o fez.
A ideia de que algo assim se agarre à vida quando uma parte de nós seguiu em frente faz-me pensar, ou melhor perguntar, se estamos a falar de facto de algo "falso", que não é de facto uma pessoa, um ser vivente com "direito próprio" a continuar a existir.
Não sei se me faço entender...

O Lancelot fala em transformar estes seres em ovóides. Bem, se estivermos a falar de um espírito desencarnado obsessor, isto fará com que ele regrida e muito em termos evolutivos. Mas se é uma "não-pessoa" algo que deveria ter naturalmente cessado, não seria mais natural simplesmente destruí-lo, como lhe deveria ter acontecido naturalmente? Mas assim sendo, que direito tenho eu de tirar a vida a algo que tem todos os comportamentos de um ser vivo, pensante, que aparentemente tem vida própria? Não há uma dimensão própria para esses seres? (se realmente são seres aquilo que é criado quando um Ba não se destrói)
Se o Ka é a nossa essência verdadeira e segue em frente, possivelmente reencarnando e construindo outro corpo mental, não seria natural que esses Ba, apesar de não ficarem "colados" ao Ka limitando-o a esse corpo mental, ficassem de algum modo "armazenados" como parte do Ka, como algo transformado em memória e não algo com vida própria?

Desculpe as perguntas, mas cada sistema teológico, magista, ocultista tem uma forma própria de ver e interpretar o mundo. Muitas vezes a falha na compreensão está nos termos que são usados para definir e para explicar fenómenos, mas noutros, a construção do paradigma é de facto completamente diferente (como é o caso). Então, se não der para compreender a visão por si só fica difícil...

12OS VAMPIROS Empty Re: OS VAMPIROS em Qua Jan 02, 2013 7:48 pm

Primeiro..... eu perguntaria a mim mesmo o seguinte ?????

Então isso é a verdade sobre nossa essência ???
A vinte anos atrás diria : sim claro ... com certeza.....
hoje eu digo : não sei....

A verdade só saberemos quando esse fato oculto for explicado cientificamente...

Das diversas teorias, essa é a que melhor respondeu minhas dúvidas levando em consideração as experiências sofridas
Outro fator interessante é a coincidência da questão básica que é relatada.. no caso não o vampirismo em si... mas sim o ataque astral.
Que nas entrelinhas se assemelham com os relatos bíblicos, vedas, islâmicos, espirita, budista, umbandista, etc...etc...etc....

Luz da vida também me fez algumas colocações mas percebi que, devido uma leitura muito superficial não percebeu que comento a existência de três elementos ...

No ocultismo : ALMA....... CORPO ASTRAL..... CORPO FÍSICO
No espiritismo: ESPIRITO.... PERISPIRITO...... MATÉRIA
Na egiptologia: KA...........BA........KHAT
No hinduísmo: BRAHMAN...... PARABRAHMAN.....KOSHA
No cristianismo: PAI .....ESPIRITO SANTO...... FILHO

E pelo amor de DEUS... para quem ainda não entendeu..... na mesma ordem:

MOTORISTA..... CARRO..... GARAGEM: a garagem é o corpo físico que recebe o carro que nos cunduz dirigido pelo motorista que é nossa alma.. sacaram ??????


E finalizando no que mais é divulgado em nossos países, entendam que PAI vem ao nosso mundo pela ALMA, que se fez ESPIRITO SANTO em CRSITO, se constituindo em JESUS na matéria...

Isso estava nas entrelinhas...... A TRINDADE....... mas o assunto principal é o vampirismo. Que ficou bem claro que seja CORPO ASTRAL, PERISPIRITO, BA, PARABRAHMA OU ESPIRITO SANTO.. este item da trindade pode se transforma ou é transformado em vampiro, ou seja, ele pode ser negativado.....

sds

Sandoval


_________________
SDS

Monge Copista, Copeiro, Espadado, Chaveiro, Sarcástico, Piadista, Diarista.....
Ver perfil do usuário

13OS VAMPIROS Empty Re: OS VAMPIROS em Qua Jan 02, 2013 8:34 pm

Convidado


Convidado
Muito bem, então...

Nesse caso vou colocar outra visão para que você me faça o paralelismo.

Segundo a visão Taoista ligado ao nosso corpo temos vários "espíritos".
Cada um ligado a um órgão (entenda-se como órgão o sistema energético completo e principalmente funções do mesmo).

Então ligado ao Fígado temos um "espírito" chamado Hun, traduzido nalguns livros como "Alma Etérea". Este espírito é algo ligado ao inconsciente, ao sonho, à Alma ou Mente Universal, se assim quisermos falar, uma vez que está constantemente ligada a esta esfera, e em particular durante a noite. No momento da nossa morte física o Hun que carregamos ao Todo, a essa Mente Universal. Ou seja, é a nossa parte que está e sempre esteve ligada ao Todo.

Ligado ao Coração temos o Shen, traduzido como Mente ou Espírito. Essa é a nossa parte que é eterna e perdura para além da nossa morte quando desencarnamos. Há um intercâmbio entre este e o Hun. Por curiosidade, o caracter antigo para "pessoa" assemelha-se a um corpo e uma cabeça e o caracter antigo para "fantasma" assemelha-se apenas à cabeça (semelhante à parte superior da caracter para "pessoa").

Ligado ao Rim temos o Zhi, traduzido como Vontade. Enquanto encarnados, ele está intimamente ligado ao Shen. Desencarnado, continua a necessitar do Shen, pois não há comando sem ele.

Ligado ao Baço temos o Yi, traduzido como Intenção e Inteligência. Também este, como o Zhi, necessita de um Shen para se manifestar.

Temos por fim, ligado ao Pulmão, o Po, traduzido como Alma Corpórea. Este corpo só existe quando estamos encarnados e faz a ligação entre os "espíritos" referidos e o corpo. No momento da nossa morte, desintegra-se, cessa de existir e nessa altura, cessa-se a respiração e corpo físico e "espíritos" separam-se, o Qi do corpo muda de características e uma nova fase começa.

Neste caso, em que não há trindade implícita, explique-me... o vampiro seria um Po rebelde ou um Shen negativado???


Já agora também... minha questão aqui não se prende com o nome a chamar, mas à forma de compreensão (ou seja, como EU posso compreender) essa acção do Ba, perispírito, etc. e tal. Existe algo que deveria morrer com o corpo e não morre. Do nada adquire vontade própria como se se tratasse de um ser vivente, algo que está vivendo uma falsa vida, à custa de quem de facto tem um corpo, com energia vital. Já sei que falou em processos de apego a mortos e afins, mas... Desculpe, gostaria de entender mais e melhor sobre esse processo.

PEÇO DESCULPA SE SOU DEMASIADO BURRA PARA ME FAZER EXPLICAR OU PARA LER NAS ENTRELINHAS

Acontece que cada um interpreta segundo as suas crenças e segundo os seus conhecimentos. Como tal, para compreender a sua exposição, tenho de entender os fundamentos e raciocínios por detrás da mesma.

14OS VAMPIROS Empty Re: OS VAMPIROS em Qua Jan 02, 2013 9:42 pm

Gwenhwyfar escreveu:

Neste caso, em que não há trindade implícita, explique-me... o vampiro seria um Po rebelde ou um Shen negativado???


Acontece que cada um interpreta segundo as suas crenças e segundo os seus conhecimentos. Como tal, para compreender a sua exposição, tenho de entender os fundamentos e raciocínios por detrás da mesma.


Carissima Gwen... aceite as minhas cinceras desculpas..... em nenhum momento tive a intenção de chamar alguem de burro ou burra.... rsrsrsrs

Voce não entendeu meu tom de bricadeira...... ou no mais certo ue não fiz a brincadeira de modo correto... falhas humanas.....
Ainda mas que ... jamais um burro(a) se dá ao prazer de estudar, análizar e questionar ensinamentos evolutivos.....
Eu me considero muito distante de dizer que tenho conhecimento suficiente para me auto sugeir como "conhecedor"... reconheço meu ser Diarista..
Peço que perdoe este Diarista....... estou envergonhado
Embarassed

Voltando aos seus questionamentos:

Como disse não afirmarei minha colocação como sendo a verdade.... mas de muitas teorias, a que escrevi é a que eu considero mais aceitável para o meu nível de entendimento.....

Tratando-se da teoria que mencionou eu diria que seria um shen negativado......

Eu.... EEEEEEU... acredito até então que existe trÊs mundos bem distintos porem muito relacionados entre si

O mundo CÓSMICO... o mundo SUTIL (paralelo).... o mundo MATÉRIA - todos oriundos da mesma origem porem de densidades diferentes....
Lá vem a trindade de novo....... rsrsrsrs

A sua alma , o seu SER que vem do cósmo, é o que armazena todos seus conhecimentos adquiridos.... mas para se realizar nos mundos sutil e matéria, precisa de um CORPO ASTRAL e um CORPO FÍSICO respectivamente.... ambos precisam desse EU, que é pura energia, sem essa energia ambos perecem.

Quando neste mundo em que nos encontramos nós "morremos", logo descartamos o corpo físico, enterrando ou cremando sem lhe dar a menor chance........mas........ se quisermos podemos mantê-lo intacto (congelando, mumificando, petrificando, embalsamando , etc..etc...etc...) - que vai nos vampirizar no bolso... afinal custa cara manter cadaver e sem nada em troca.....

O mesmo ocorre com o corpo astral que ao ser descartado junto com o corpo físico, perecerão ao mesmo tempo...... maaaaas...... se quisermos podemos também mantê-lo intacto (envocando, invocando, guardando objetos pelo laço ao invés de pelo sentido, etc..etc...etc....) - o que vai nos vampirizar pelo mental.... sugando nossas energias e sem dar nada em troca....

Dai o surgimento do "vampiro"... contra ou pela própria vontade de apoio recebido...... o CORPO ASTRAL não é um ser, mas é alguma coisa... que através do CORPO FÍSICO recebeu e transmitiu conhecimentos do mundo da materia para o seu SEU... ou seja de alguma forrma embora o SEU retorne para o cósmo, o corpo astral ainda possui conhecimentos (somente dessa vivência) de seus comportamentos gostos, etc.... e que se for conservado pelas formas que mencionei, encontrará fonte de energia para retardar seu desaparecimento....

sds

Sandoval

sds

Sandoval




_________________
SDS

Monge Copista, Copeiro, Espadado, Chaveiro, Sarcástico, Piadista, Diarista.....
Ver perfil do usuário

15OS VAMPIROS Empty Re: OS VAMPIROS em Qua Jan 02, 2013 9:51 pm

Convidado


Convidado
Nesse caso, então esses vampiros são despidos de vontade própria, diferente de obsessores, apenas são motivados pelos apegos e semelhantes motivações de terceiros.

OK...

Nesse caso serão desprovidos de um mental próprio. Serão quase como "emplastros" astrais. Será isso?

Mas nesse caso, como você disse no início, eles não possuem o Verdadeiro Intelecto, mas não são burros. Ou seja, eles não são apenas uma gosma que se cola a nós, eles conseguem raciocinar o suficiente para enganar um encarnado e continuar a sugar-lhe energia.

Ou de facto eles apenas responderão à energia que recebem mediante vínculo mental alimentado artificialmente, tomando essa forma plasmada de um ser ao qual estiveram ligados, de quem fizeram parte?

Minha pergunta básica é: pensam por si, autonomamente, ou não? São coisas que o nosso próprio mental alimenta, com ideias nossas, se estamos a ser vampirizados?

16OS VAMPIROS Empty Re: OS VAMPIROS em Qui Jan 03, 2013 3:45 am

Entenda que obsessor, perturbador, brincalhão, demoníaco, sofredor, etc...etc..etc.... são apenas classificação pra o tipo de ação que determinado corpo astral manifesta.... mas o que eles no final querem de suas vítimas ?????.... energia.... então são todos no final vampiros.....

A maioria dos centros espiritas, principalmente os mais famosos, não se preocupam nem um pouco em resguardar seus médiuns, que na sua totalidade saem das sessões com as mais diversas perturbações e impurezas astrais..... pois para manterem seus créditos, induzem as pessoas e os médiuns a acreditarem que recebem espirito quanto na verdade são períspirito... tudo muito bem explicado por Kardec..... criando assim um vinculo pelo sentimento entre os ainda encarnados com esses corpos astrais em decomposição.... como disse o verdadeiro espirito só se comunica com o médium através de mensagens, intuições e visões...

Quanto a sua pergunta básica eu já a respondi lá em cima :...” A melhor ilustração que consigo imaginar para compreender facilmente como "funciona" um vampiro é comparando-os a máquinas, mais especificamente, computadores. Eles têm uma intrincada programação que os fará agir da forma x nas circunstâncias y , mas não têm nenhum poder de escolha, de consciência. Sendo assim, o vampiro que é parte de um ente querido pode realmente fazer uma mãe acreditar que ele é seu filho, afinal ele possui todas as memórias, o comportamento e até a aparência do falecido, no entanto isto tende a também se diluir com o tempo”….

Mas questione tudo... assim eu fiz quando tinha entre 12 e 13 anos de idade, quando começei a enfrentar essas criaturas.... tinha que enterder perfeitamente para saber como lhe dar com eles.....



sds

Sandoval


_________________
SDS

Monge Copista, Copeiro, Espadado, Chaveiro, Sarcástico, Piadista, Diarista.....
Ver perfil do usuário

17OS VAMPIROS Empty Re: OS VAMPIROS em Qui Jan 03, 2013 4:02 am

Convidado


Convidado
Sandoval escreveu:

Quanto a sua pergunta básica eu já a respondi lá em cima :...” A melhor ilustração que consigo imaginar para compreender facilmente como "funciona" um vampiro é comparando-os a máquinas, mais especificamente, computadores. Eles têm uma intrincada programação que os fará agir da forma x nas circunstâncias y , mas não têm nenhum poder de escolha, de consciência. Sendo assim, o vampiro que é parte de um ente querido pode realmente fazer uma mãe acreditar que ele é seu filho, afinal ele possui todas as memórias, o comportamento e até a aparência do falecido, no entanto isto tende a também se diluir com o tempo”….


Desculpe a insistência. Estava e tentar entender se tinha entendido direito...

...

E sim, ainda estou a tentar entender a relação post-mortem do perispírito, pois tinha já ouvido a explicação de que este realmente se separaria, mas também já ouvi que acompanhava o espírito no astral, sendo um espécie de camada externa que nem por isso limitaria o ser a um mental específico, pois seria o somatório de todos os anteriores, tendo gravado experiências, simbologias, etc. ligadas a várias vidas. Como você falou há uns posts atrás, o espírito fica com o melhor do perispírito, absorve e o resto é decomposto. Mas alguns perispíritos carregam simbologia negativa que não pode ser cortada, é uma espécie de Karma a ser vivido até o símbolo ser positivado.
Ora... Mediante terem-me dado essa explicação no passado, estou a tentar "casar" as informações na minha cabeça e fazer sentido de ambas as explicações...
Daí o meu questionamento tentando entender qual linha de pensamento estava a ser usada.
Espero que tenha entendido agora o porque de muitas das minhas dúvidas...

...

o verdadeiro espirito só se comunica com o médium através de mensagens, intuições e visões...

Como assim? Devo entender que nesse caso a incorporação se relaciona com perispíritos???
(sim, mais dúvida...)

...

18OS VAMPIROS Empty Re: OS VAMPIROS em Qui Jan 03, 2013 4:14 am

Convidado


Convidado
Gwenhwyfar escreveu:
Sandoval escreveu:
o verdadeiro espirito só se comunica com o médium através de mensagens, intuições e visões...

Como assim? Devo entender que nesse caso a incorporação se relaciona com perispíritos???
(sim, mais dúvida...)

...

Espere... esqueça... você se refere apenas aos espíritos recém-desencarnados, certo? Que necessariamente estarão noutro plano, nem que seja a recuperar, nos primeiros tempos. É isso?

De qualquer modo... Se puder esclareça.

19OS VAMPIROS Empty Re: OS VAMPIROS em Qui Jan 03, 2013 2:56 pm

Nienna

Nienna
Regente
Não basta somente destruir o corpo, ou seja, Cremar... Simplesmente por haver a chance do Ba conseguir "outra âncora", o que é perfeitamente possível, pois se há muita energia do indivíduo depositada em quaisquer outros objetos ou pessoas o Ba tem a opção de usá-los como âncora. Por isso é bom se desvencilhar de objetos de pessoas mortas.

Pessoas que não aceitam a morte de seus entes queridos, tendem também a servir de âncora e também de "presa". Vocês ficariam horrorizados se estudassem casos de mães que perderam os filhos, a porcentagem de vampirismo neste meio é assombrosa. Afinal, se você fica "invocando um morto toda hora" ele não irá morrer.

É Sandoval, eu ja tive a oportunidade de sentir isso.

Tenho um amigo que perdeu o irmão a alguns anos.
Recentemente estive na casa dele e percebi que tanto ele quanto sua mãe, mantinham diversas fotos do rapaz na estante, em quadros e porta retratos. E até mesmo o antigo quarto dele continuava la, com suas coisas dentro.

Senti uma energia meio densa, triste. Uma sensação de opressão, de manutenção da tristeza...

Talvez o que eu digo, não tenha muito a ver com o q vc quis dizer, mas achei que sim.

Eu tenho um primo que faleceu mais ou menos na mesma época, ainda tenho fotografias dele, mas evito deixa-las a vista, pois caso contrário estariam me fazendo lembrar dele durante todo o tempo. E, sinceramente, não acho que isso seja legal.




_________________
OS VAMPIROS Assinaturafz
Ver perfil do usuário

20OS VAMPIROS Empty Re: OS VAMPIROS em Qui Jan 03, 2013 4:33 pm

Gwenhwyfar escreveu:
Gwenhwyfar escreveu:
Sandoval escreveu:
o verdadeiro espirito só se comunica com o médium através de mensagens, intuições e visões...

Como assim? Devo entender que nesse caso a incorporação se relaciona com perispíritos???
(sim, mais dúvida...)

...

Espere... esqueça... você se refere apenas aos espíritos recém-desencarnados, certo? Que necessariamente estarão noutro plano, nem que seja a recuperar, nos primeiros tempos. É isso?

De qualquer modo... Se puder esclareça.

Vou lhe esclarecer de acordo com aquilo que acredito e que me foi orientado pelos meus "amigos invisíveis"...... rsrsrsrs

A "incorporação' em si não existe, foi um termo grosseiro porem mais aceitável para tentar explicar essa manifestação....

Para você entender melhor o que EU considero sobre essa forma de manifestação vou colocar da seguinte forma.....

A alma vem ao mundo constitui seu corpo astral e recebe sua matéria, sendo assim nenhum outro espirito ou corpo astral pode assumir a matéria alheia, a não ser “parcialmente”. O que meu amigos “invisíveis” me explicaram é que existe uma forma de se identificar quando uma manifestação é da alma e quando uma manifestação é do corpo astral.

Todas “almas” ou “seres encantados”, por possuem energia própria não são corruptos ao ponto de quererem algo que não lhes pertence e tão pouco tenha suas configurações. Se manifestam mentalmente, transmitindo tanto os dizeres como os movimentos, dando a impressão que é ele que está dentro da matéria alheia.... – Chico Xavier nunca “incorporou”, ele recebia as mensagens das almas e psicografava..... o mesmo ocorrendo com seres encantados (exemplo representantes de orixás e os guias)... tudo não passa de uma sintonia de energia telepática que facilita o médium a falar e gesticular com a maior naturalidade seguindo a orientação do ser astral que está se manifestando no momento...

Já no caso de “corpos astrais” e “elementos artificiais”, por não possuírem energia própria e nem mental, somente arquivo .... para se manifestarem precisam assumir parte da matéria, que corresponde somente da cintura para cima.... devido a este detalhe quando “incorporados “ em matéria alheia, os mesmo tem grande dificuldade de andar, como se estivessem amarrados, caem no chão com facilidade e se rastejam, talvez por está razão muitos gostam de se manifestar em centro espirita porque encontram os médiuns geralmente “sentados”...

Ai você pode dizer: mas se for assim todo preto velho que baixa em terreiro é um corpo astral ou elemento artificial ?????...... talvez.....

Você já viu um ROLEX falsificado ???? – tem loja renomada que até vende.... é porque o dono e mal caráter ???? – pode ser...mas também pode ser por falta de conhecimento.... quem falsifica um Rolex faz com tanta perfeição que só identifica quem conhece os mínimos detalhes...

Assim é um corpo astral, ele finge com tanta perfeição que é capaz de enganar o médium receptor assim como os assistentes... somente com muita sensibilidade e minuciosa observação você conseguirá identificar uma representação..... “HÁ UMA DIFERENÇA BEM METICULOSA ENTRE ANDAR COM DIFICULDADE DEVIDO A IDADE E ANDAR COM DIFICULDADE POR ESTAR TRAVADO”.... e assim esse vampiro vai se passando, ludibriando e sugando a energia do médium desatento e dos demais envolvidos...

Vou lhe conta uma de minhas experiências com vampiros:

Após o falecimento do pai de um conhecido, o mesmo me informou que sua irmã estava recebendo o espirito dele na casa dando mensagens.... então ele me convidou certo dia para presenciar este fato.
Quando chegamos na casa um dos membros da família está incorporado com o “pai falecido”.... falando igual e comportando-se igual ao falecido... e todos estavam chorosos ouvindo os dizeres.... até que num determinado momento se demonstrou aborrecido com um fato que estava ocorrendo na família onde retrucou e bateu com a mão na mesa aborrecido.
Após tudo voltar ao normal, teve um dos filhos que estranhou uma coisa... disse que seu pai era uma pessoa muito tranquila, paciente e controlada, que jamais em vida tinha visto um sequer momento de descontrole a ponto de bater com força com a mão na mesa.....
Esse foi o pequeno detalhe, que numa segunda sessão com as devidas ações corretas, o vampiro tirou a mascara e se identificou.. tratando-se de um corpo astral que vagava e sentiu uma fonte de energia vulnerável no local.... os detalhes de eliminação do vampiro fica para outro tempo.

sds

Sandoval





_________________
SDS

Monge Copista, Copeiro, Espadado, Chaveiro, Sarcástico, Piadista, Diarista.....
Ver perfil do usuário

21OS VAMPIROS Empty Re: OS VAMPIROS em Qui Jan 03, 2013 6:13 pm

Convidado


Convidado
A "incorporação' em si não existe, foi um termo grosseiro porem mais aceitável para tentar explicar essa manifestação....

Sei... é o termo popular, porém o que acontece é acoplação entre os chakras, permitindo troca de fluidos, pensamentos, emoções, induzindo movimentos... Que o médium transmite, se não puser barreiras ao processo (ou seja, dependendo do grau de familiaridade com o guia e confiança no mesmo, ela acontece com maior ou menor facilidade).
Porém para isso creio que são precisos mais que intuições e visões para uma "incorporação", daí a minha colocação anterior. Peço desculpa não ter sido clara nos termos...

Assim é um corpo astral, ele finge com tanta perfeição que é capaz de enganar o médium receptor assim como os assistentes... somente com muita sensibilidade e minuciosa observação você conseguirá identificar uma representação..... “HÁ UMA DIFERENÇA BEM METICULOSA ENTRE ANDAR COM DIFICULDADE DEVIDO A IDADE E ANDAR COM DIFICULDADE POR ESTAR TRAVADO”.... e assim esse vampiro vai se passando, ludibriando e sugando a energia do médium desatento e dos demais envolvidos...

E agora eu pergunto... Numa casa com Guias de Lei e uma apropriada sustentação e dirigente legítimos... Seria deixado isso acontecer a um médium da casa? Seja no centro espírita ou no terreiro?

22OS VAMPIROS Empty Re: OS VAMPIROS em Qui Jan 03, 2013 6:22 pm

Gwenhwyfar escreveu:

E agora eu pergunto... Numa casa com Guias de Lei e uma apropriada sustentação e dirigente legítimos... Seria deixado isso acontecer a um médium da casa? Seja no centro espírita ou no terreiro?

Seria sim Gwen.

Ver perfil do usuário https://portaisdeluz.forumeiros.com

23OS VAMPIROS Empty Re: OS VAMPIROS em Qui Jan 03, 2013 6:59 pm

Convidado


Convidado
Lancelot escreveu:
Gwenhwyfar escreveu:

E agora eu pergunto... Numa casa com Guias de Lei e uma apropriada sustentação e dirigente legítimos... Seria deixado isso acontecer a um médium da casa? Seja no centro espírita ou no terreiro?

Seria sim Gwen.

Muito bem, então eu pergunto: porquê?
No início ninguém entende muito bem sequer o processo de incorporação. Não me parece muito difícil isso acontecer... Pelo menos para o médium iniciante. Então porque é que ele não é protegido?

24OS VAMPIROS Empty Re: OS VAMPIROS em Qui Jan 03, 2013 8:06 pm

Gwenhwyfar escreveu:
Lancelot escreveu:
Gwenhwyfar escreveu:

E agora eu pergunto... Numa casa com Guias de Lei e uma apropriada sustentação e dirigente legítimos... Seria deixado isso acontecer a um médium da casa? Seja no centro espírita ou no terreiro?

Seria sim Gwen.

Muito bem, então eu pergunto: porquê?
No início ninguém entende muito bem sequer o processo de incorporação. Não me parece muito difícil isso acontecer... Pelo menos para o médium iniciante. Então porque é que ele não é protegido?

Tudo tem a ver com a vibração, o magnetismo interno de cada um. A lei das Afinidades.

Veja se vc lembra desta frase:

"Quem merece recebe, quem deve tem que pagar."

Repare, cada um é responsável pelos seus actos, independente do local onde se encontra.

A protecção é dada até onde é permitido dar. Entenda permitido, por Lei Maior e Justiça Divina.

Ver perfil do usuário https://portaisdeluz.forumeiros.com

25OS VAMPIROS Empty Re: OS VAMPIROS em Qui Jan 03, 2013 8:32 pm

Convidado


Convidado
Tudo tem a ver com a vibração, o magnetismo interno de cada um. A lei das Afinidades.

Veja se vc lembra desta frase:

"Quem merece recebe, quem deve tem que pagar."

Repare, cada um é responsável pelos seus actos, independente do local onde se encontra.

A protecção é dada até onde é permitido dar. Entenda permitido, por Lei Maior e Justiça Divina.

Lembro de há bem pouco tempo tempo alguém, amigo seu, certamente, ter dito o seguinte:
"Aqui dentro desta casa vocês estão seguros. Mas não vacilem. Não incorporem fora deste lugar. Este é solo sagrado e nesta casa vocês são amparados. Fora daqui vocês não sabem o que estão a incorporar."

Muitas vezes um assistente chega a uma casa precisamente porque não sabe o que se passa com ele. Então é ajudado, doutrinado e eventualmente entra para o desenvolvimento mediúnico na casa, se assim for decidido pelas entidades da casa e pelo próprio.

Muito bem. Ao começar, a menos que se seja do género de pessoa que realmente tem uma forte afinidade com a incorporação e a faz de um modo bem fácil, todo o mundo tem dificuldade, não diferencia as vibrações de um guia para o outro, nem sabe dizer se está incorporando uma entidade feminina ou masculina, passa pelo animismo, passa pelo misticismo, passa por todas essas dificuldades e tem de as vencer se quiser um vínculo real com os seus guias e realmente quiser incorporá-los. Não é um caminho rápido nem fácil.

Sempre ouvi dizer que numa casa bem fundamentada não incorpora Guia que não seja de Lei. Muitas vezes os problemas com a entidade não são com a entidade, mas com o médium que está a influenciar o comportamento.

Então assim sendo, se dá para um corpo astral incorporar e ser tomado como um guia, se dá para uma pessoa iniciar um desenvolvimento mediúnico (quando nada sabe) e ser de tal modo desamparado que pode estar a ser mais prejudicado do que ajudado, sem sequer ser avisado pelos mentores da casa... Qual é a segurança que um médium pode ter no amparo que está a receber??? Como vai confiar e "entregar-se" às suas entidades para que estas mais facilmente se liguem a ele??? Agora explica ISSO...

Não ponho em casa que um médium não se ligue a um corpo astral por afinidade... Mas NUM TERREIRO OU CASA ESPÍRITA DE CONFIANÇA??? Dentro do solo sagrado desses locais??? Com os Guias a ver??

Se isso é possível não sei se quero desenvolver mais NA VIDA. Confio muito em meus Guias (são os meus melhores amigos), mas não confio assim tanto na minha percepção que me permita a isso...

Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 3]

Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum