Portais de Luz

Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Parceria

Facebook
Novembro 2018
SegTerQuaQuiSexSabDom
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Calendário Calendário

Últimos assuntos
» Visconde de Mauá
Qui Ago 23, 2018 4:18 pm por fernandojorge

» Atendimento Portais de Libertação
Qui Maio 17, 2018 6:42 pm por Lancelot

» Mago.Hellblazer
Qui Maio 17, 2018 5:32 pm por Lancelot

» A história da Umbanda
Qui Dez 21, 2017 11:36 pm por Lancelot

» Espaços mágicos e correntes
Qua Dez 20, 2017 11:29 pm por Lancelot

» Piano Bar Convívio
Qua Dez 20, 2017 10:49 pm por Lancelot

» O poder das Pedras Pretas : para limpeza energética e proteção
Qua Dez 20, 2017 10:46 pm por Lancelot

» Um regresso
Qua Dez 20, 2017 12:11 pm por Lancelot

» Feliz Natal 2017
Ter Dez 19, 2017 10:34 pm por Lancelot


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Portais de Luz » Ocultismo » Ocultismo em Geral » Portais » Portais de Libertação » Divagações e Constatações - texto de um Regente do Mistério

Divagações e Constatações - texto de um Regente do Mistério

Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

Convidado


Convidado
Divagações e Constatações.

Todo o Cavaleiro da Ordem (Trabalhador da Espiritualidade), tem como objetivo evoluir equilibradamente e auxiliar na evolução de seus irmãos. Esta evolução se alcança através do crescimento interno. Galgando os degraus da vida, transpondo as dificuldades, vencendo as barreiras e ultrapassando os obstáculos, através destas vitórias se conquista a responsabilidade, o merecimento e adversidades.
Tenhamos em conta que, a cada trabalho realizado em prol do auxílio de nossos irmãos, novos “inimigos” se conquistam. Uns mais “poderosos” que outros, mas “poderosos” ou não podem bem mexer e modificar o nosso quotidiano. É bem certo, que de tudo farão de forma que o Cavaleiro da Ordem (Trabalhador da Espiritualidade), fracasse em sua missão, tombando assim perante as dificuldades. Deixando assim de incomodar. Por isso se torna necessário a devida proteção, resguardo e fortalecimento de tudo o que nos rodeia e afeta diretamente, bem como todo o trabalho por nós realizado.
Mas é injusto, atribuir a culpa a terceiros, quando o nosso maior “inimigo” somos nós mesmos, por isso o seu a seu dono. É certo, e não se pode deixar de levar em conta, que a maior parte dessas situações são por nós provocadas, quer seja na forma de atos ou de merecimento, e que outras tantas fazem parte da nossa jornada evolutiva.
As que fazem parte da nossa jornada evolutiva, nada mais há a fazer que supera-las, com maior ou menor dificuldade. E acima de tudo, saber receber, interpretar e interiorizar todos os ensinamentos e aprendizados, que cada uma nos proporciona. Pois é assim que o nosso crescimento interno se procede.
Quanto hás adversidades que nós próprios provocamos, essas sim, muito pode ser e deve ser feito. As adversidades do passado não se podem alterar, mas, podemos aceitar e interiorizar todo um conjunto de lições, que de alguma forma nos serão uteis em situações futuras. Moderando e equilibrando nossos sentidos, e tendo na base todas as experiencias adquiridas em nossa vida passada, podemos com mais ou menos dificuldade, ultrapassa-las, transpô-las, contorna-las ou até evitar o seu aparecimento.
A principal proteção vem da pureza dos nossos pensamentos, sentimentos e palavras.
Mas sejamos humanos!!!
Como ser humanos que somos, é uma utopia manter a vibração e a pureza, quando um sem números de situações adversas e inexplicáveis nos aparecem pela frente. Impedindo e estagnando a nossa natural progressão e evolução.

Regente do Mistério - Nuno Coelho

(via facebook de Ortiz Belo de Souza)

Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum