Portais de Luz

Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Parceria

Facebook
Dezembro 2018
SegTerQuaQuiSexSabDom
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31      

Calendário Calendário

Últimos assuntos
» Visconde de Mauá
Qui Ago 23, 2018 4:18 pm por fernandojorge

» Atendimento Portais de Libertação
Qui Maio 17, 2018 6:42 pm por Lancelot

» Mago.Hellblazer
Qui Maio 17, 2018 5:32 pm por Lancelot

» A história da Umbanda
Qui Dez 21, 2017 11:36 pm por Lancelot

» Espaços mágicos e correntes
Qua Dez 20, 2017 11:29 pm por Lancelot

» Piano Bar Convívio
Qua Dez 20, 2017 10:49 pm por Lancelot

» O poder das Pedras Pretas : para limpeza energética e proteção
Qua Dez 20, 2017 10:46 pm por Lancelot

» Um regresso
Qua Dez 20, 2017 12:11 pm por Lancelot

» Feliz Natal 2017
Ter Dez 19, 2017 10:34 pm por Lancelot


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Portais de Luz » Ocultismo » Astrologia » Os 12 Signos

Os 12 Signos

Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 Os 12 Signos em Qui Dez 13, 2012 1:02 am

Nienna

avatar
Regente
Como vimos no tópico Roda Astrológica, o céu está dividido em 12 casas de 30º cada uma, onde cada uma dessas casas corresponde a um dos 12 signos do zodíaco.
Cada signo deste tem uma constelação para representá-lo. (Veja também, História das Constelações)


ÁRIES------Carneiro
TOURO------Touro
GEMEOS-----Gêmeos
CANCER------Câncer (Ou Carangueijo)
LEAO------Leão
VIRGEM-----Virgem
LIBRA-----Libra (Ou Balança)
ESCORPIÃO------Escorpião
SAGITARIO------Sagitário
CAPRICORNIO-----Capricórnio
AQUARIO------Aquario
PEIXES-------Peixes

E cada um destes signos carregam consigo características diferentes, que, juntamente com os aspectos planetários, vão determinar como será influenciada a personalidade de cada pessoa.
É importante salientar que, ao contrário do que a astrologia vulgar prega, o signo natal de uma pessoal sozinho, não vai determinar muitas coisas da sua personalidade. Para isso será necessário compreender um conjunto de outras informações relacionadas as interações entre cada astro, no momento do nascimento da pessoa.
Eu, particularmente, não acredito em horóscopos diários. Ao meu ver, as influencias astrológicas ocorrem em um nível muito mais profundo do que nas simples ações do cotidiano. Mas enfim, isso é a minha visão.
Continuando sobre os signos, para que entendamos como funciona a astrologia e possamos tirar nossas próprias conclusões, então se faz necessário o entendimento das características relacionadas a cada signo.
Nas próximas postagens, falarei sobre cada um dos signos isoladamente.




_________________
Ver perfil do usuário

2 Re: Os 12 Signos em Sex Dez 14, 2012 9:25 am

Nienna, certa vez escutei falar da existencia de um 13 signo.
O que vc tem a dizer sobre ?

Ver perfil do usuário http://portaisdeluz.forumeiros.com

3 Re: Os 12 Signos em Sex Dez 14, 2012 7:55 pm

Aster

avatar
Recém Chegado
Lancelot escreveu:Nienna, certa vez escutei falar da existencia de um 13 signo.
O que vc tem a dizer sobre ?

palmas

book

Ophiuchus - o Serpentário

É uma constelação do zodíaco. O genitivo, usado para formar nomes de estrelas, é Ophiuchi. Representa-se o serpentário como um homem segurando a Serpente, que fica dividida em duas partes no céu, Serpens Caput e Serpens Cauda, sendo mesmo assim contadas como uma única constelação.

SERPENTÁRIO

RS Ophiuchi, uma estrela muito fraca, é parte de uma classe incomum conhecida como “novas recorrentes“, cujo brilho aumenta em intervalos irregulares, centenas de vezes em poucos dias. A Estrela de Barnard, a quinta estrela mais próxima do Sol, também está nesta constelação. Outro sistema que faz parte da constelação é o 36 Ophiuchi.

De acordo com as fronteiras modernas, suas vizinhas são Hercules, Serpens Caput, Libra, Scorpius, Sagittarius, Serpens Cauda e Aquila.
Embora já fosse conhecida na Antiguidade, quando se formularam as regras da Astrologia, não é admitida no zodíaco porque há 3 mil anos estava longe da eclíptica. Porém, com a precessão dos equinócios, já se situa entre Sagitário e Escorpião.

Na verdade as próprias constelações do Zodíaco não seguem mais o ritmo descrito na Astrologia atualmente, se posicionado mais atrasadas em relação aos dias estipulados; Os astrólogos herméticos usam a elipse como estava disposta na Antiguidade, e excluem Ophiucus.


A POLÊMICA DO 13º SIGNO DO ZODÍACO

Nos últimos tempos, temos visto alguma polêmica e alguns mal-entendidos no que diz respeito aos signos do zodíaco e às constelações que o mesmo contém. Na verdade, não devemos fazer confusão entre signo e constelação zodiacal.

Os signos, em número de doze, correspondem cada um à divisão de 30 graus do círculo zodiacal ( 360 /12 = 30), os quais recebem o nome da constelação mais significativa daquela região do céu conforme os povos antigos que criaram tal concepção de organização estelar, e que a Astrologia adotou e ajudou a popularizar.

As constelações sempre tiveram, desde a época das civilizações mais antigas, a importante função de dar uma organização ao céu, facilitando sua leitura e ajudando na identificação dos astros. Sempre representaram uma verdadeira cartografia do céu.

Acontece, contudo, que até o início deste século, a delimitação das constelações não respeitava um critério padrão, existindo cartas celestes com limites irregulares, além de arbitrários e ainda com algumas linhas curvas.

Havia também mapas e globos celestes com configurações artisticamente elaboradas, sem a precisão do rigor científico, como ainda constelações que eram identificadas por linhas arbitrárias que interligavam suas estrelas.

Foi a partir de 1922, quando da criação da União Astronômica Internacional (UAI), que o conceito de constelação começou a mudar e surgiu Ofiúco (Ophiucus) como uma 13a constelação zodiacal. Durante a assembléia geral da UAI em 1925, em Cambridge, foi criado um grupo de trabalho para estudar a questão das delimitações das constelações, surgindo daí a proposta de criação de regiões na esfera celeste, tal como um país dividido em estados. Assim, a esfera celeste foi dividida em 88 regiões, também chamadas constelações, com tamanhos variados e delimitações bem definidas e retilíneas.

Cada região recebeu o nome da principal constelação nela predominante e todas aquelas cortadas pela linha da eclíptica (linha que no céu, vista da Terra, representa o caminho percorrido pelo Sol durante o ano) passaram a ser consideradas zodiacais.

Convém explicar que o zodíaco é um círculo ou faixa de 17 graus no céu, que abrange toda a esfera celeste e que tem no centro a linha da eclíptica.

Foi desta forma, então, que o zodíaco acabou por ser premiado com 13 regiões ou constelações, que são: Áries, Touro, Gêmeos, Câncer, Leão, Virgem, Libra, Escorpião, Ofiúco, Sagitário, Capricórnio, Aquário e Peixes.

Convém salientar novamente que para ser considerada zodiacal a constelação deve ser atravessada pela linha da eclíptica, ou seja, o sol deve cruzá-la ao longo do ano. Acontece que depois de passar por Libra e Escorpião, o sol cruza Ofiúco de 30 de novembro a 17 de dezembro, antes de entrar em Sagitário.

Porém, esta passagem do sol por Ofiúco não é considerada pela astrologia.

Do modo como foi organizado o céu pela UAI, todas as treze constelações ocupam espaços diferentes ao longo da linha da eclíptica, o que significa dizer que a divisão do zodíaco em doze signos de trinta graus cada um é puramente arbitrária e segue apenas a tradição dos povos antigos.

Ofiúco é uma constelação um tanto extensa, sendo conhecida também por Serpentário. Na mitologia grega, este agrupamento de estrelas estava associado a Esculápio, deus da medicina. Segundo a lenda, Esculápio passou a dedicar-se à arte da cura após ver uma serpente ressuscitar outra com algumas ervas que trazia em sua boca.

Esta é, inclusive, a origem do símbolo das ciências médicas: duas serpentes enroladas num bastão. Ainda sobre esta constelação, diz-nos o saudoso professor Amaro Seixas Netto:

“Em realidade, o Zodíaco atual tem treze constelações. Desde 1952, temos adotado esta Constelação Zodiacal em nossos estudos, criando assim o Zodíaco perfeito e exato sobre a Eclíptica.

Esta descoberta decorreu duma análise profunda do curso do Sol zodiacal, e deste modo propusemos a sua notação na Faixa Zodiacal bem como criamos o seu signo, publicado na Imprensa para registro.

Pode observar-se que o Sol, no Zodíaco, percorre pequena parte do Escorpião e logo entra no Ofiuco, para depois ingressar em Sagitário.” SEIXAS NETTO, A. O zodíaco. São Paulo : Editora do Escritor, página 60.

Para alguns astrólogos, a polêmica a respeito da existência de um 13° signo não faz sentido, haja vista que não são as constelações lá no céu que influenciam os seres aqui na Terra e sim energias cósmicas que tomam como referência os signos tradicionais.

Há também opiniões que procuram justificar que tanto a cobra (Ofiúco) como o escorpião são animais que trocam de pele, indicando uma personalidade sujeita a grandes flutuações, e que, neste caso, Ofiúco vem a ter o mesmo significado astrológico de Escorpião.

Portanto, apesar de termos 13 constelações zodiacais, com a inclusão de Ofiúco, a divisão do zodíaco em doze signos, para efeito da astrologia, segue a antiga tradição e não precisa levar em consideração as mudanças estabelecidas pela UAI, o que muitos astrônomos consideram uma imperfeição.

E como a divisão do zodíaco em signos não apresenta nenhum interesse prático maior para a astronomia, o surgimento de Ofiúco como região zodiacal em nada deverá abalar as crenças e os estudos astrológicos, pois os astrólogos sabem que suas concepções não partem das constelações e sim dos signos, que são meras convenções.

Foto: http://ultimaflordolacio.files.wordpress.com/2011/01/ophiuchus.jpg

http://2.bp.blogspot.com/-PWL7sZRYKo4/UBF0ezRByfI/AAAAAAAAH0g/knCNpbN3Ypk/s320/serpentario.jpg


_________________
Ananael Qaaon Babalon Qaa.
Ver perfil do usuário

4 Re: Os 12 Signos em Ter Dez 18, 2012 3:58 am

Nienna

avatar
Regente

Bem, vamos la.

Primeiramente é necessário entender que a astrologia está dividia em duas vertentes (se é que assim poderia dizer).
Uma chama-se ASTROLOGIA TROPICAL e a outra chama-se ASTROLOGIA SIDERAL.
A primeira (Astrologia Tropical) considera que os signos são móveis, assim como o eixo da terra, que sofre a sua precessão. Nesta caso, signos e constelações, embora se inter relacionem, são coisas diferentes. Àries como Signo é diferente de Áries como constelação.
Ok. Mas os signos e as constelações são coisas diferentes? ]
Sim. Para a Astrologia Tropical são!
As constelações representam os signos, mas não são os signos em si.
É mais ou menos como uma estátua de uma figura pública. Ela representa esta pessoa, mas não necessariamente é esta pessoa.
Deu pra entender?
Signo e constelação do zoodíaco são duas coisas diferentes. Embora um represente o outro, não são a mesma coisa.

Este é o sistema astrológico vigente no ocidente atualmente, e foi estabelecido por Ptolomeu. Portanto, não importa se existe uma constelação de Ophiuco que entrou "de gaiata" no meio do zoodíaco. O que importa é que a divisão do céu em graus não contempla esta visitante.

Continuando...

Esta história de que Ophiuco poderia ser o 13º signo do zoodíaco, surge com o método da astrologia Sideral. Para estes os signos são as constelações em si. Isso, por mais estranho e contraditório que seja, faz com que cada casa astrológica, mesmo que tenha 30º pertença a cada uma destas constelações, sem levar em conta que cada uma delas tem tamanhos diferentes e portanto é extremamente complicado agrupa-las dentro de 30º.
Isso dá uma confusão dos infernos, visto que graças ao movimento de precessão, quando o Sol entra na casa astrológica do signo de Áries, na realidade que está neste espaço é constelação de Peixes... e assim sucessivamente.
Aí, depois de alguns anos, graças a este mesmo movimento, surge no meio do zoodíaco, a constelação de Ophiuco. E o pandemônio que ja era grande, ficou ainda pior, pois o espaço para as constelações caberem dentro dos 340º ficou ainda menor.
Daí a solução foi "criar" um 13º Signo.

Porém, a astrologia mais usual é TROPICAL, e por este motivo não é comum citar Ophiuco como signo zoodical.


_________________
Ver perfil do usuário

5 Re: Os 12 Signos em Qua Dez 19, 2012 6:41 pm

Aster

avatar
Recém Chegado
palmas

Explanação

A Astrologia Ocidental, que tem suas origens na Mesopotâmia, fixou os equinócios e solstícios, os quatro pontos cardeais celestes, no zero dos signos ditos cardinais Áries, Câncer, Libra e Capricórnio.

Esta fixação desvinculou os signos das constelações, porque passou a não considerar o movimento do ponto equinocial vernal, ou seja a precessão dos equinócios, que é a lenta movimentação do eixo da terra, em forma de cone levando cerca de 26.000 anos para completar uma volta.

O ponto equinocial vernal é o cruzamento do caminho aparente do Sol, eclíptica, com a linha do Equador.

No dia 20 de março, em seu caminho aparente, o Sol cruza o ponto vernal passando do Hemisfério Sul para o Norte. Para a Astrologia Tropical este ponto é fixo no grau zero do signo de Áries, enquanto a Astrologia Sideral (sider=estrela) não considera o ponto vernal como fixo, mas sim se movimentando através das estrelas, ou seja, utiliza a precessão dos equinócios.

O Zodíaco Sideral. (Védica)

Em meados do século passado Cyril Fagan deu início à tradição da Astrologia Sideral Moderna, que considera a precessão dos equinócios para o ponto vernal.

Fagan argumentou que inicialmente a precessão era considerada e atraiu seguidores como Gart Allen, que publicou um grande número de pesquisas e angariou outros seguidores.

Atualmente, vem aumentando gradativamente o número de astrólogos que optam por uma Astrologia que considera a precessão, antes designada Hindú e atualmente denominadas Védicas.

A Astrologia Sideral é considerada por alguma como mais ligada a eventos, sem enfatizar as questões psicológicas, entretanto há quem, seguindo a linha Védica, afirme que ela se encaixa melhor na direção do entendimento espiritual.

Alguns sideralistas consideram o Zodíaco Tropical subjetivo por sua construção intelectual, já os seguidores do Tropical afirmam que o Sideral não reflete os fenômenos vitais mais importantes da Terra, as estações do ano.

Para eles, a perspectiva geocêntrica do tropical o torna mais apropriado para lidar com as sutilezas da psicologia a humana.

O Zodíaco Tropical (Ocidental)

Também denominado intelectual, conserva nos signos a correspondência do nome das constelações às quais corresponderam, mas Ptolomeu notifica a ruptura com a tradição advertindo que ela irá se agravando e afirma que "aqueles que não considerarem os equinócios e solstícios no começo dos signos enganar-se-ão quanto a sua natureza, a qual depende das distâncias dos pontos cardinais", conforme a citação de Bouché Leclercq, em seu Livro L'Astrologie Grecque.

Observações:

Embora, no caso do Sideral, as constelações tenham tamanhos muito variados, e até se sobreponham como é o caso de Aquário em relação a Capricórnio.

Outra questão curiosa, devida à precessão, é que o Sol em sua órbita atual, passou a cruzar Ophiucus no período correspondente a Escorpião que ficou com apenas 7 dos 30º. Este fato gerou algumas propostas de criação do 13º signo, para incluir Ophiucus.

Desta forma, observa-se que os sideralistas usam posições planetárias que não correspondem à realidade física. Isto prova que ambos os zodíacos são simbólicos, baseados em princípios arquetípicos mais que em propriedades medidas objetivamente.

“A diferença entre o ponto de partida fixos do Zodíaco Tropical e o do Zodíaco Sideral, é denominada “Ayanamsa”, e hoje é de 23º 53’ 21” .

Ilustração:

http://www.portalnovaera.com.br/wp-content/uploads/2011/07/Ayanamsha-536x300.jpg

A existência de dois zodíacos não nega a validade de cada um, ambos podem funcionar porque um sistema não nega a validade do outro e, segundo alguns, até podem atuar como complementares.

A Astrologia Tropical sempre considerou o movimento das constelações, para efeito das eras da humanidade.

Há aproximadamente 4 mil Anos, quando no equinócio vernal, o primeiro dia da Primavera, o Sol estava na Constelação de Áries, não havia diferença.

Os Signos e Constelações coincidiam. Agora, por causa da precessão, a lenta rotação da Terra sobre seu eixo, o Sol, entra no equinócio vernal no Signo de Áries, porém na Constelação de Peixes.

O sistema Védico é uma representação astronômica da posição do Sol em relação ao Céu.

O sistema Ocidental enfatiza o relacionamento do Sol com a Terra e as estações. Por essa razão a Astrologia ocidental é também chamada de “Astrologia Tropical” e a Astrologia védica, neste caso, refere-se como “Astrologia Sideral”.

A Astrologia Sideral simplesmente significa que os movimentos planetários são examinados com a posição das estrelas e por isso favorece a posição astral.

Por outro lado, a Astrologia tropical beneficia nosso ponto de vista da Terra, examinando os planetas em referência às estações do ano.

Vale deixar claro qual sistema adotado antes de quaisquer conclusões.

scratch

bighugyk

tchau


_________________
Ananael Qaaon Babalon Qaa.
Ver perfil do usuário

6 Re: Os 12 Signos em Qui Dez 20, 2012 1:13 am

Nienna

avatar
Regente
Bem. bem bem...
Vejo que encontrei um bom parceiro para contribuir com a seção de astrologia. ^^
Fico Feliz!

Desta forma, observa-se que os sideralistas usam posições planetárias que não correspondem à realidade física. Isto prova que ambos os zodíacos são simbólicos, baseados em princípios arquetípicos mais que em propriedades medidas objetivamente

Pois bem! Agora vou dar o meu ponto de vista sobre a astrologia.

Embora me interesse muito pelo tema e consequentemente escreva muito sobre ele também, acredito na astrologia talvez de uma forma um pouco divergente da maioria.
Ao meu ver os astros agem e influem sobre nossa vida de uma forma muito mais profunda e sutil. Não acredito em horóscopos diários, nem em previsões astrológicas para um ano que se inicia.
Sou bastante adepta da teoria da harmonia universal, que toma como base princípios como o Hermetismo, o pitagorismo e as ideias do filósofos Ficino e Plotino. Nesta teoria, os astros são como uma caixa de som que apenas transmitem algo que não lhes é próprio (neste caso, as influencias que exercem sobre nós) e são portanto partes de um organismo muito maior que é o cosmos.
Assim, não vejo como tirar previsões para o dia-a-dia de uma pessoa, através de uma influencia que se dá em nível mais macro. Ao meu ver, os astros podem revelar sim alguma coisa sobre a personalidade das pessoas ou sobre alguns aspectos do seu futuro, mas não necessariamente tudo.


_________________
Ver perfil do usuário

7 Re: Os 12 Signos em Qui Dez 20, 2012 1:23 am

Nienna vc agora só toma café?????????????????????????????

Ver perfil do usuário http://portaisdeluz.forumeiros.com

8 Re: Os 12 Signos em Qui Dez 20, 2012 1:12 pm

Nienna

avatar
Regente
Lancelot escreveu:Nienna vc agora só toma café?????????????????????????????

Sabe como é né? Sempre bom variar um pouco! hehehehe


_________________
Ver perfil do usuário

9 Re: Os 12 Signos em Qui Dez 20, 2012 10:54 pm

Convidado


Convidado
Nienna escreveu:Bem. bem bem...
Vejo que encontrei um bom parceiro para contribuir com a seção de astrologia. ^^
Fico Feliz!

Desta forma, observa-se que os sideralistas usam posições planetárias que não correspondem à realidade física. Isto prova que ambos os zodíacos são simbólicos, baseados em princípios arquetípicos mais que em propriedades medidas objetivamente

Pois bem! Agora vou dar o meu ponto de vista sobre a astrologia.

Embora me interesse muito pelo tema e consequentemente escreva muito sobre ele também, acredito na astrologia talvez de uma forma um pouco divergente da maioria.
Ao meu ver os astros agem e influem sobre nossa vida de uma forma muito mais profunda e sutil. Não acredito em horóscopos diários, nem em previsões astrológicas para um ano que se inicia.
Sou bastante adepta da teoria da harmonia universal, que toma como base princípios como o Hermetismo, o pitagorismo e as ideias do filósofos Ficino e Plotino. Nesta teoria, os astros são como uma caixa de som que apenas transmitem algo que não lhes é próprio (neste caso, as influencias que exercem sobre nós) e são portanto partes de um organismo muito maior que é o cosmos.
Assim, não vejo como tirar previsões para o dia-a-dia de uma pessoa, através de uma influencia que se dá em nível mais macro. Ao meu ver, os astros podem revelar sim alguma coisa sobre a personalidade das pessoas ou sobre alguns aspectos do seu futuro, mas não necessariamente tudo.

Vou colocar o meu ponto de vista...

Astrologia, antes de mais, faz previsão, mas isso se refere a uma tendência, que pode ser aproveitada por nós ou não, se tivermos consciência dela. Previsão num sentido determinista ou até oracular não se prende com a ciência que é a Astrologia.
Para uma boa previsão, sempre temos de ter em conta cálculos baseados nos nossos dados pessoais, nunca em algo tão generalista como o "horóscopo de jornal" que contempla uma tendência para todo um signo, deixando ao desleixo tudo aquilo que é particular e único no mapa pessoal de cada um.
Ainda que não veja, como a Nienna, os astros como uma caixa de ressonância nossa apenas, vejo como algo que é antes um mapa que podemos seguir para tomar direcções, se assim desejarmos, construindo o que podemos com a nossa própria Vontade e Livre Arbítrio dentro de ciclos que passaremos e que podem tomar infinitas faces dependendo tão simplesmente do modo como os abordamos.
Não creio também que a Astrologia revele tudo, mas creio que pode ser uma ferramenta muito útil. Muitas vezes poderá trazer luz para algo que estamos a enfrentar, uma fase da nossa vida, oferecendo pistas sobre como podemos trabalhá-la e transformá-la em algo melhor.
Não creio na Astrologia fatalista, como é a visão de alguns dentro da Astrologia Medieval. Não creio que aspectos de difícil vivência tenham de ter uma conotação terrível, que não possa ser nunca transmutada. Creio que antes de mais, astros representam energias na nossa vida, que podemos a prender a usar a nosso favor, bastando para isso saber-se interpretar e vencer os desafios que estes nos propõem.

10 Re: Os 12 Signos em Sex Dez 21, 2012 1:43 am

Nienna

avatar
Regente
Vamos por partes. srsr

Gwenhwyfar escreveu:Ainda que não veja, como a Nienna, os astros como uma caixa de ressonância nossa apenas, vejo como algo que é antes um mapa que podemos seguir para tomar direcções, se assim desejarmos, construindo o que podemos com a nossa própria Vontade e Livre Arbítrio dentro de ciclos que passaremos e que podem tomar infinitas faces dependendo tão simplesmente do modo como os abordamos.

Acho que me expressei mal.
Eu não vejo os astros como uma caixa de ressonância nossa! Vejo como instrumentos de ressonância do universo como um todo.
Para ser mais clara, vou dar um exemplo mais alegórico.
Vejo a questão astrológica como as frases soltas de uma texto muito maior, que quando lidas ou agrupadas, da para dar um leve noção do texto em si.
Ou seja. Vejo nos astros uma das milhares de formas de se entender o cosmo e as leis que regem a nossa existência.
(Acho que agora facilitei né. srsr)

Não sou muto afeita a essas teorias "homocêntricas". srsr Não acho que nós, seres humanos sejamos o centro de tudo.

Gwenhwyfar escreveu:
Não creio também que a Astrologia revele tudo, mas creio que pode ser uma ferramenta muito útil. Muitas vezes poderá trazer luz para algo que estamos a enfrentar, uma fase da nossa vida, oferecendo pistas sobre como podemos trabalhá-la e transformá-la em algo melhor.
Não creio na Astrologia fatalista, como é a visão de alguns dentro da Astrologia Medieval. Não creio que aspectos de difícil vivência tenham de ter uma conotação terrível, que não possa ser nunca transmutada. Creio que antes de mais, astros representam energias na nossa vida, que podemos a prender a usar a nosso favor, bastando para isso saber-se interpretar e vencer os desafios que estes nos propõem.

Concordo com vc. Como eu disse, acredito que a astrologia atua num sentido mais sutil, não tão amplo. Acho que a posição dos astros favorecem ou atrapalham algumas coisas, mas não são fatores determinantes.
Eles explicam aspectos de nossa personalidade, mas são as variáveis relacionadas aos contextos socio-economicos, educacionais, culturais e etc, que vão ajudar a determinar como realmente será nossa maneira de pensar, se expressar e atuar em nosso meio.


_________________
Ver perfil do usuário

11 Re: Os 12 Signos em Sex Dez 21, 2012 10:15 pm

Convidado


Convidado
Nienna escreveu:Vamos por partes. srsr

Gwenhwyfar escreveu:Ainda que não veja, como a Nienna, os astros como uma caixa de ressonância nossa apenas, vejo como algo que é antes um mapa que podemos seguir para tomar direcções, se assim desejarmos, construindo o que podemos com a nossa própria Vontade e Livre Arbítrio dentro de ciclos que passaremos e que podem tomar infinitas faces dependendo tão simplesmente do modo como os abordamos.

Acho que me expressei mal.
Eu não vejo os astros como uma caixa de ressonância nossa! Vejo como instrumentos de ressonância do universo como um todo.
Para ser mais clara, vou dar um exemplo mais alegórico.
Vejo a questão astrológica como as frases soltas de uma texto muito maior, que quando lidas ou agrupadas, da para dar um leve noção do texto em si.
Ou seja. Vejo nos astros uma das milhares de formas de se entender o cosmo e as leis que regem a nossa existência.
(Acho que agora facilitei né. srsr)

Não sou muto afeita a essas teorias "homocêntricas". srsr Não acho que nós, seres humanos sejamos o centro de tudo.


Desculpe, Nienna, fui eu que entendi mal... Eu também acho isso.
Creio que a Astrologia é mais um meio de espreitar a enorme teia que é o Universo e as ligações subtis que agem entre nós.

Em relação à questão socio-cultural e educacional... Creio que é algo marcante na personalidade de cada um a existência desses factores, sem dúvida. Porém ainda assim, eles influenciam mas não determinam, como tudo na vida, creio que a escolha é nossa e nos vamos "construindo" com o tempo. Duas pessoas nas mesmas circunstâncias nem assim são iguais... Então creio que a Astrologia consegue dizer algo sobre nós, resta interpretar o nível a que isso ocorre, tal como com qualquer outra coisa.

Vejamos...
Alguém com quadratura de Marte ao ascendente poderá ser uma pessoa muito agressiva, mas poderá ser alguém que usa essa forte energia da quadratura para se tornar um excelente mestre de artes marciais. Alguém que cresceu num bairro problemático pode se tornar um meliante ou um policial de sucesso.
Tudo na nossa vida é potencial. A grande pergunta que nos é feita desde sempre é: "o que tencionas fazer com isso?"


12 Re: Os 12 Signos em Sab Dez 22, 2012 12:09 am

Nienna

avatar
Regente
Gwenhwyfar escreveu:Em relação à questão socio-cultural e educacional... Creio que é algo marcante na personalidade de cada um a existência desses factores, sem dúvida. Porém ainda assim, eles influenciam mas não determinam, como tudo na vida, creio que a escolha é nossa e nos vamos "construindo" com o tempo. Duas pessoas nas mesmas circunstâncias nem assim são iguais...



Sim sim. Vou me corrigir hahaha

Ajudar a determinar.

Seria mais correto substituir tal sentença por esta

Influenciar

Sendo assim, reconstruo a frase

Nienna escreveu:
Concordo com vc. Como eu disse, acredito que a astrologia atua num sentido mais sutil, não tão amplo. Acho que a posição dos astros favorecem ou atrapalham algumas coisas, mas não são fatores determinantes.
Eles explicam aspectos de nossa personalidade, mas são as variáveis relacionadas aos contextos socio-economicos, educacionais, culturais e etc, que vão influenciar em como realmente será nossa maneira de pensar, se expressar e atuar em nosso meio.

Agora sim, não é mesmo? hehe

Uma frase, um contexto. Outra frase, outro contexto. Smile Smile Smile


_________________
Ver perfil do usuário

13 Re: Os 12 Signos em Sab Dez 22, 2012 1:48 am

Convidado


Convidado
Embarassed

De facto... Eu ando com problemas de comunicação...

Não ligue Nienna...

14 Re: Os 12 Signos em Sab Dez 22, 2012 2:04 am

Nienna

avatar
Regente
Gwenhwyfar escreveu: Embarassed

De facto... Eu ando com problemas de comunicação...

Não ligue Nienna...

Que nada Gwen.

Entre amigos não existem esses problemas. Wink Wink Wink


_________________
Ver perfil do usuário

15 Re: Os 12 Signos em Qui Fev 20, 2014 1:24 am

J13K$#N

avatar
Aprendiz



Os nomes dos gênios designados por estes caracteres são:

Para Áries, Sataaran e Sarahiel;

Para Touro, Bagdal, e Araziel;

Para Gêmeos, Sagras e Saraiel;

Para Câncer, Rahdar e Phakiel;

Para Leão, Sagham e Seratiel;

Para Virgem, Iadara e Schaltiel;

Para Libra, Grasgarben e Hadakiel;

Para Escorpião, Riehol e Saissaiel;

Para Sagitário, Vhnori e Saritaiel;

Para Capricórnio, Sagdalon e Samekiel;

Para Aquário, Archer e Ssakmakiel;

Para Peixes, Rasamasa e Vacabiel.


_________________
"Faze o que tu queres há de ser tudo da Lei."
"Não há nenhuma lei além de faze o que tu queres."
"A palavra da lei é
Thelema - Significa Vontade."


M:.H:.P:.A:.

http://jbrdl6.wix.com/astaroth

http://jbrdl777.blogspot.com.br/2014/07/home.html

https://www.facebook.com/groups/290354214479919

S:.M:.
Ver perfil do usuário http://jbrdl6.wix.com/astaroth

Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum